Siga-nos

Perfil

Expresso

Nem Jesus, nem Judas

  • 333

Vamos a uma cronologia. Na crónica de 23 de maio, referi que o sucesso do Benfica assentava num sportinguista. Depois da publicação dessa crónica, dois colegas sopraram-me uma possibilidade fantasmagórica: o Jorge Jesus ainda acaba no Sporting. A minha resposta foi sempre a mesma, não, não me parece assombração, é bastante verosímil, o homem sempre foi do Sporting, se calhar tem uma promessa a pagar em nome do pai (que foi do plantel dos Cinco Violinos), a sua relação com o Benfica foi sempre profissional, portanto o seu ingresso no Sporting seria uma espécie de momento LeBron James da bola nacional. 


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI