Siga-nos

Perfil

Expresso

Menina violada e grávida: mal corrige mal?

  • 333

O caso parece que foi concebido para descrever a palavra “tragédia”: não há soluções boas, todas as saídas são horrendas, nem sequer há um mal menor. Uma menina de 12 anos foi violada pelo padrasto e engravidou; uma equipa de médicos do Hospital de Santa Maria decidiu abortar a criança apesar de estarmos na presença de um ser humano com cinco meses. Ou seja, uma criança ficou grávida de outra criança e uma delas teve de morrer para que se corrigisse o mal provocado por um adulto. 


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI 
(O Expresso Diário é de acesso gratuito até dia 15 de maio)