Siga-nos

Perfil

Expresso

De regresso ao subdesenvolvimento sem o percebermos?

  • 333

Durante anos, receei que estivéssemos a caminho da Grécia. Por razões financeiras, orçamentais e fiscais. Continuo a recear, pelas mesmas razões. A linha que separa o equilíbrio do roulement de dívida pública e privada, numa economia que cresce pouco, da impossibilidade súbita de não se conseguir pagar aos credores, é tão fina como um fio de navalha. Qualquer deslize imediatamente corta e faz sangrar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI