Siga-nos

Perfil

Expresso

Coluna de alterne

A candidatura de Marcelo e seus segredos

  • 333

A Coluna de Alterne continua atenta a esse grande acontecimento nacional que são as Presidenciais. O Comendador até já se lembrou, e propôs com êxito, que o processo devia ser como o da seleção nacional: o Eng.º Fernando Santos convocava 18 pessoas e logo se via qual o melhor em campo

Naturalmente, entre os 18 nomes, terão de estar, pelo menos, Henrique Neto, Carvalho da Silva, Paulo Morais, Sampaio da Nóvoa, o desistente Guterres, Jaime Gama, Maria de Belém, Marcelo Rebelo de Sousa, Pedro Santana Lopes, Rui Rio, Leonor Beleza, Paulo Portas, Comendador Marques de Correia, o palhaço Croquete e o não menos palhaço Batatinha, um tipo à escolha do PCP e outro(a) do Bloco de Esquerda e ainda outro que não seja nem de um, nem de outro, além de José Mourinho e de Cristiano Ronaldo, que não é bem para concorrerem, mas para que haja notícias nos jornais estrangeiros.

Esta seleção era, então, entrevistada sequencialmente (a três horas cada um dá dois dias e seis horas consecutivas de emissão), findas as quais se escolhia por televoto (com valor acrescentado) o onze inicial. Depois de nova ronda igual, (a quatro horas, não chega a dois dias consecutivos) ficariam cinco. E assim sucessivamente, até ficarem dois (estando combinado que Ronaldo e Mourinho desistem a favor do terceiro e quarto mais bem colocados, porque eles irão em primeiro e segundo, sem dúvida).

É nisto que aposta Marcelo. Ficar frente-a-frente com um candidato fácil. Ele disse-me, embora sem o afirmar, que preferia Sampaio da Nóvoa e que tinha medo de Guterres, mesmo já depois de ele desistir, e de mim. De Guterres, pelo apoio que ele tem de todos os setores, mesmo depois de ter desistido do Governo e de agora ter previamente desistido de Presidente, de mim porque eu ameacei que lhe batia se ele não tivesse medo de mim.

Quando Marcelo ficar frente-a-frente só com um candidato, deixando para trás todos os outros, incluindo Santana, espera que seja Sampaio da Nóvoa o seu adversário para lhe dar uma tareia política monumental no último frente-a-frente e sair das eleições em ombros e presidente de todos os portugueses, menos José Mourinho e Cristiano Ronaldo.

Por isso fez tudo para dar a entender que Nóvoa é um unificador da esquerda, ao passo que Guterres é um direitinhas com ar de beato convertido à pobreza que nem quer ser Presidente (fê-lo tão convincentemente, que convenceu o próprio Guterres, que envergonhado, desistiu). E, embora seja conhecido o azar que Marcelo tem nos debates quando o opositor tem o apelido Sampaio, nem isso o demove.

Mas, se for eu a ficar para a final, é falso que Marcelo desista, como por aí se diz. O grande segredo, talvez o mais bem guardado de sempre, é que Marcelo admite defrontar qulquer candidato difícil desde que seja numa data posterior à tomada de posse do novo presidente (9 de março de 2016). Eu sei que não percebem como é possível disputarem-se umas eleições depois da data da tomada de posse do cargo a eleger, mas isso é porque não percebem nada de política! E eu não explico mais, porque também não me pagam o suficiente para explicar estas coisas de alta política. Mas pensem que poderia eu tomar posse e ficar 10 anos a fazer coisas que nem o Cavaco imagina...