Siga-nos

Perfil

Expresso

O Governo de Salvação Nacional

  • 333

Por serem já muitos, talvez demasiados, os serviços prestados por esta prestável Coluna de Alterne à pátria, tantos e tão diversos que foi distinguida como uma Ordem de Mérito, o Exmo Senhor Presidente da República encarregou-a de, face aos impossíveis desenvolvimentos no sentido de uma estabilidade política aceitável, formar um governo de salvação nacional (e se possível de outras coisas igualmente boas)

Depois de matutar (o que penso ser comer batatas fritas de pacote com ondinhas) e de congeminar (beber duas cervejas), cheguei a um projeto de Governo que, para minha surpresa se pode tornar realidade muito rapidamente. Esse Governo consistia em:

Primeiro-Ministro – Professor Marcelo Rebelo de Sousa;

Qualquer outro dos 15 Ministros que compõem o governo – Professor Marcelo Rebelo de Sousa;

Porém, o professor Marcelo Rebelo de Sousa foi muito convincente a responder-me:

- Ó homem! Você está louco? Está lélé da cuca! Então não sabe que eu sou candidato a Presidente da República? Não me diga que não viu o meu tempo de antena, quer dizer a minha despedida na TVI?

- Não!

- Ó diabo! Isso é grave. Pensava que tinha chegado a toda a gente…

- Ó professor, e se eu metesse o Marques Mendes?

- A concorrência? Você está mesmo apanhado. Nem pense, o Marques Mendes, de quem sou muito amigo, é bom para dar notícias do Governo!

- E o António Vitorino?

- É de esquerda. Quer dizer, não é muito, mas é mais do que a direita e menos do que a esquerda!

- O Santana Lopes?

- Ó homem você ainda não captou bem o sentido da missão que o nosso Presidente lhe confiou. Humm… hummm. É para pôr uma pessoa respeitável a chefiar um Governo de pessoas respeitáveis.

- O professor Eduardo Lourenço?

- Está um pouco velho!

- O professor Adriano Moreira?

- É muito à direita, foi ministro do Salazar!

- A drª Maria de Belém?

- É candidata!

- O Dr. Passos Coelho?

- Ó homem esse é o que não passa.

- O dr. António Costa

- Esse é outro que não passa!

- O senhor Henrique Neto?

- Respeitável, não é o mesmo que sério…

- O dr. Dias Loureiro

- Tem de ser sério!

- Não vejo quem. Pronto! O professor Louçã não dá… o professor Rosas não dá… o professor Boaventura não dá…

- Quer dar cabo do país? Tenha calma. E se fosse assim:

Presidente da República: Marcelo Rebelo de Sousa…

- E não se põe o Professor?

- Claro que se põe. Mas estou a falar de mim!

- Isso já eu percebi que o Presidente da República é Professor Marcelo Rebelo de Sousa. Mas e o primeiro-ministro?

- Posso ser eu!

- Também?

- Sim, acumulo!

- E qualquer dos outros 15 ministros que hão de compor o Governo?

- Eu também, salvo o dos Assuntos Parlamentares em que põe o Vitorino!

- O Vitorino? Porquê?

- Não estou para aturar o Passos, nem o Costa!

- E o professor aguenta 14 ministérios, a presidência do Conselho de Ministros e a presidência da República tudo ao mesmo tempo?

- Agora que deixei a TVI e as aulas? É canja. E o Vitorino, se for preciso dá uma ajuda. Só me resta saber se devia ter ainda um programa para comentar as divergências entre Belém e São Bento. É que estou convencido de que algumas haverá e serei eu a sabê-las ainda antes do Marques Mendes…