Siga-nos

Perfil

Expresso

Blogues

Prenda de Dia do Pai

ilustração joão carlos santos

Na ausência esta semana das crónicas de Henrique Monteiro no Expresso Diário, publicamos uma série de artigos baseados em algumas das histórias que a jornalista Lia Pereira tem ouvido nos transportes públicos. Histórias que ajudam a fazer um retrato do país e dos portugueses e que se tornaram virais no Facebook

Lia Pereira

Lia Pereira

Texto

Jornalista

João Carlos Santos

João Carlos Santos

Ilustração

Fotojornalista

Digo o nome da minha rua e o taxista pergunta se não é perto da Gomes Pereira. Afinal, já trabalhou aqui perto. Na altura trabalhava em eletrónica, e ainda trabalha, só pega no táxi – que é de um amigo – à sexta e ao sábado, porque a filha está a fazer um doutoramento em Londres e a despesa é "impensável". Penso que deve ter sido pai cedo – visto do banco de trás, não me parece ter idade para ter uma filha de 27 anos (a que estuda em Londres, na área da biomedicina, e paga 700 euros por um quarto) e um de 32, professor de geografia, "mas esse fez tudo cá, veja lá, nem Erasmus quis fazer".

Venho a saber que tem 53 anos, e que em tempos idos, quando ia buscar o agora professor de geografia à escola, por vezes diziam: o menino que desça, que está aqui o irmão dele. "Eu tinha 22 anos, era assim magrito e tal". Fazer de taxista à sexta e ao sábado ainda compensa, acredita, mas acarta perigos de ordem diversa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)