Siga-nos

Perfil

Expresso

Blogues

Furacão "Patrícia" desce para a categoria 4

  • 333

O "Patrícia", um furacão considerado "extremamente perigoso", tocou terra cerca das 18h locais de sexta-feira (00h em Lisboa), no estado de Jalisco.

O furacão "Patrícia" desceu para a categoria 4 na escala Saffir-Simpson, depois de ter tocado terra ainda com nível 5, o mais elevado, com as autoridades ainda alerta para os potenciais efeitos do fenómeno, informou o Serviço Meteorológico Nacional.

Pelas 22h15 de sexta-feira (4h15 de hoje em Lisboa), o "Patrícia" movia-se sobre terra, afetando as populações de Talpa de Allende, Ayutla, Gallinero, Atengo e Mixtlán, do estado de Jalisco, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

"Prevê-se que continue a ser um furacão intenso durante o resto da noite, provocando chuvas intensas a torrenciais, violentas rajadas de vento e ondulação elevada nos estados do Pacífico central", advertiu o organismo.
O furacão encontra-se a 30 quilómetros de Talpa de Allende e a 75 quilómetros de Puerto Vallarta, e avança na direção nor-noroeste a 31 quilómetros por hora.

O "Patrícia" gera agora ventos de 215 quilómetros por hora e rajadas de 260, indicou o SMN.
As previsões indicam que o furacão vai passar a tempestade tropical pelas 7h de sábado (13h em Lisboa), localizando-se, nessa altura, a 50 quilómetros de Valparaíso, com ventos de 110 quilómetros por hora e rajadas de 140.

O "Patrícia", um furacão considerado "extremamente perigoso", tocou terra cerca das 18:00 locais de sexta-feira (00:00 em Lisboa), no estado de Jalisco.

Num comunicado ao país, o Presidente mexicano Enrique Peña Nieto salientou o facto de o "Patrícia" não estar a ser tão devastador quanto era esperado: "As primeiras informações confirmam que os danos estão a ser menores que os esperados para um furacão desta magnitude".