8
Anterior
Portugal está a "exportar desemprego" para Angola
Seguinte
Decisão da FED sobre juros na mira dos investidores
Página Inicial   >  Economia  >   Bilhetes de avião mais caros

Bilhetes de avião mais caros

Várias companhias aéreas decidiram aumentar os preços devido à entrada em vigor do sistema europeu de compensação de emissões de carbono.
Lusa |

Os passageiros vão pagar mais para viajar de avião, depois de várias companhias terem decidido aumentar os preços devido à entrada em vigor do sistema europeu de compensação de emissões de carbono, não tendo a TAP tomado uma decisão.

A Brussels Airlines, a Air Berlin, a Lufthansa e a Ryanair são algumas das companhias aéreas que já anunciaram que vão repercutir no preço dos bilhetes o aumento de custos gerado pela entrada em vigor a 1 de janeiro do sistema europeu de compensação de emissões de carbono (ETS - Emissions Trading Scheme, no original em inglês).

Lufthansa


A Lufthansa foi a primeira transportadora a anunciar que vai transferir para os passageiros os custo do ETS, adicionando-o à sobretaxa de combustível.

Segundo a informação divulgada pela agência noticiosa Efe, a Lufthansa prevê que este sistema gere custos adicionais de 130 milhões de euros.

Air Berlin


Também a Air Berlin anunciou que vai aumentar o preço dos bilhetes devido ao custo da compra dos direitos de emissão de dióxido de carbono, estimando que o ETS gere custos adicionais de 28 milhões de euros este ano, de acordo com a Efe.

Ryanair


A Ryanair, por sua vez, vai cobrar uma taxa de 0,25 euros por passageiro em todas as reservas "para cobrir os custos da nova taxa eco-lunática da União Europeia", segundo um comunicado divulgado recentemente.

EasyJet


No caso da companhia de baixo custo ('low cost') easyJet, o diretor ibérico disse à Lusa que o impacto do ETS será "limitado".

"As nossas tarifas continuarão a ser as mais baixas do mercado, independentemente da entrada em vigor do sistema europeu de emissões", afirmou recentemente Javier Gándara, em entrevista à Lusa.

TAP está "em avaliação"


No caso da TAP, a Lusa contactou o porta-voz da companhia, que disse que ainda "está em avaliação" a concretização de uma eventual medida decorrente da entrada em vigor do ETS.

No entanto, numa mensagem publicada no jornal da TAP, divulgado em dezembro, o presidente-executivo da TAP, Fernando Pinto, afirma que o ETS deverá "afetar a fatura de custos da TAP em cerca de €15 milhões" este ano.


Opinião


Multimédia

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 8 Comentar
ordenar por:
mais votados
UE: Sistema de compensação das emissões de CO2
- Será que os Deputados Europeus vão passar a engolir as emissões de carbono?

« Sistema de compensação de emissões de carbono », novo imposto da UE.

Será que esta taxa vai diminuir a poluição? (eles engolem Ou sesmo?)

Será que estamos numa 'febre' de taxar tudo, sem haver preocupação em poupar?

Os políticos ainda não repararam que em vez de sobrecarregar os eleitores com mais impostos, podiam poupar nas suas mordomias?

E os Deputados Europeus não são exemplo de equidade, com a quantidade de benefícios, subsídios e mais mordomias que possuem, e ainda no ano passado ampliaram esses benefícios.
E nós a pagar, a pagar, sem nos revoltarmos... até quando?

Será que os chineses vão fazer o mesmo?
Não me parece. E depois admiram-se das diferenças de competitividade face à economia chinesa...
Claro que as companhias aéreas chinesas não concorrem(ainda) no espaço europeu. Mas isto é só um exemplo da diferença de custos a que os produtores europeus estão sujeitos. A acrescentar isso, a moeda chinesa fortemente desvalorizada face ao Euro e os salários 7 ou o vezes mais baixos dos chineses.
Bilhetes de avião mais caros
Será que ninguém pensa que isto só vai afectar quem nunca teve possibilidades de andar de avião.
A mim já perguntaram várias vezes:
- Porque não andas de avião?
- Porque sou muito sensível de intestinos e detesto ir à casa de banho dos aviões quando estou no ar.
- Mas porquê?
- Porque tenho medo de ficar com a cueca na mão se o avião cair no oceano.
Montes de porcaria europeia
Os políticos europeus da treta só fazem deste tipo de porcaria.

Mas a coisa está a mudar. Até as melancias alemãs (verdes por fora, vermelhos por dentro) estão a perceber o monte de asneiras que andam a fazer:

http://ecotretas.blogspot...
Cansado!
Cansado do eco terrorismo incentivado pela religião verde!
E os outros???
Fala-se muito das emissões do CO2, mas há países que nem sequer sabem bem o que isso é...China, Índia e todas essas economias emergentes, e esses pagam as suas emissões? Claro que não...e por isso, o Canadá que também não otário, já saiu do Protocolo de Kyoto...a razão foi o facto de os outros não fazerem nada, logo porque razão deveria do Canadá fazer???
mais um tiro no pé
A China fez imediatamente saber que não ia pagar essa sobretaxa. estes palermas em Bruxelas, na ânsia de conseguir dinheiro para os seus projetos utópicos nem se aoercebem que o tempo das vacas gordas acabou!
Todos pagam
Existem várias formas dos governos se financiarem, acho natural que se foquem nas atividades que causam maior dano.
A alguns anos houve uma taxa sobre os aviões que faziam mais ruido. A berraria foi igual a esta, mas no final temos menos ruido, e mehor qualidade de vida, que antes.

Aos que dizem que a Europa vai perder; pelo contrário, TODAS as linhas aérea que utilizem o espaço aéreo Europeu vão pagar, independentemente de onde estão baseadas, é como uma portagem de autoestrada "haa, eu sou Chinês e não pago" não funciona.
Além disso, isso vai forçar o aumento de eficiência dos aparelhos, e nisso a Europa está mais avançada, porque as suas companhias estão melhor preparadas.
Comentários 8 Comentar

Últimas

Ver mais

Pub