16 de abril de 2014 às 8:01
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  BES: franceses e brasileiros acompanham aumento de capital

BES: franceses e brasileiros acompanham aumento de capital

O Banco Espírito Santo vai aumentar o capital social em 1.010 milhões de euros. Accionistas franceses e brasileiros mantêm posições.
Isabel Vicente (www.expresso.pt)

Ricardo Salgado, presidente do Banco Espírito Santo (BES) garante que os principais acionistas mantêm as suas posições. O Crédit Agricole acompanha o aumento de capital mantendo 10,8%. A BESPAR mantém 35% e o parceiro brasileiro Bradesco fica com os 4,8% que já tinha.

O restante capital está garantido por um sindicato bancário que envolve bancos como o Citigroup o Crédit Suisse, o JP Morgan, o UBS Investment Bank e o Espírito Santo Investment Bank. O BES vê assim aumentado o seu capital em mais 1.010 milhões de euros.

Este é o nono aumento de capital desde a sua reprivatização e é a terceira operação de colocação de ações de bancos europeus no mercado já em 2012 (antes do BES avançaram o Unicredit e Sabadel) 

Com este aumento de capital o BES cumpre os rácios core tier I exigidos pelo Banco de Portugal  (10% do capital de base) e pela Autoridade Bancária Europeia (9%) até junho deste ano e atinge um rácio de 10,5%, o que "é uma folga prudencial", diz Ricardo salgado.

Daqueles 1.010 milhões de euros o BES vai aplicar 225 milhões de euros na compra de 50% do capital social da BES Vida detidos pelo Crédit Agricole, permitindo ao BES o controle da gestão.

Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Pois não...
... é lucro garantido.
Re: Pois não... Ver comentário
Re: Pois não... Ver comentário
Re: Pois não... Ver comentário
O Bradesco (Banco Brasileiro de Descontos),
é o maior no setor privado, com agências em cada esquina e proprietário da RedeCard, que controla o grosso do dinheiro na forma de cartões de crédito ou de débito. Rio Grande
Banco-Cooperativa
Se eu fosse banqueiro fundava um Banco a titulo de Cooperativa e os accionistas ficavam a ver navios. Entao nao há funcionários bancarios com coragem e conhecimento pra criar uma cooperativa bancaria? Há que abrir os olhos. Quando for criado o primeiro Banco-Cooperativa eu deposito lá imediatamente as minhas poupancas. Para todo o mal há um remédio.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub