Anterior
FC Porto vence Nacional
Seguinte
Ronaldo bisa na remontada do Real Madrid
Página Inicial   >  Desporto  >   Benfica-FC Porto em hóquei acaba em violência

Benfica-FC Porto em hóquei acaba em violência

Agressão de jogador do FC Porto a um adepto do Benfica acabou em confrontos.
com Lusa |
Confrontos no final do jogo
Confrontos no final do jogo / José Sena Goulão/Lusa

O "clássico" entre Benfica e FC Porto, da 13ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins, terminou hoje em confrontos entre a polícia e vários adeptos benfiquistas que se encontravam no pavilhão da Luz.  
 
Após o final da partida, que os "dragões" venceram por 6-4 e que lhes permitiu ascender à liderança do nacional, por troca com as "águias", os jogadores do FC Porto começaram a abandonar o recinto, dirigindo-se para o túnel do pavilhão sob apupos e insultos dos adeptos da casa.  
 
No momento em que entrou para a "manga" de segurança, o guarda-redes portista Edo Bosch atingiu com o "stick" um adepto benfiquista que se encontrava próximo do túnel, em reação às provocações de que os atletas portistas estavam a ser alvo.  
 
Em resposta à reação do guardião, os adeptos benfiquistas que se encontravam naquela zona tentaram ripostar, o que obrigou à pronta ação de vários elementos da polícia de intervenção, dando início aos confrontos, com várias crianças a terem de ser retiradas das bancadas.  
 
De resto, apesar dos cumprimentos entre jogadores das duas equipas no final, a partida entre "águias" e "dragões" desenrolou-se sempre sob um clima de grande animosidade, inclusivamente com alguns isqueiros a serem arremessados para dentro do terreno de jogo.

Benfica desagrado com atuação policial


O Benfica repudiou entretanto, em comunicado , a atitude das autoridades, que diz ter demonstrado "passividade" quando Edo Bosch agrediu um adepto 'encarnado' e só atuou depois "bancada dentro numa carga policial inexplicável, onde nem crianças nem mulheres foram poupadas".

"É lamentável que as autoridades policiais insistam numa dualidade de critério e de atitude difícil de compreender, atacando os adeptos do Clube no Pavilhão da Luz e fechando os olhos a tantos exemplos de má conduta portista no Dragão Caixa, tendência repetida ano após ano", pode ler-se também no comunicado em questão. 


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 26 Comentar
ordenar por:
mais votados
O habitual.
Mais uma manifestação de civismo por parte dos adeptos e da polícia, e de "desportivismo" por parte dos jogadores.
Por norma
Este jogador devera ser irradiado de qualquer modalidade desportiva, visto não ter capacidade de conviver em sociedade e ser desportista.
Foi uma pena
Meu caro
pé de água
concordo
Ui,ui
O fanatismo clubístico...
embebeda a razão e faz despoletar o primarismo selvagem que há em cada um dos seres humanos...

porque o pressuposto para ir ver um jogo é o de ver a nossa equipa a ganhar. Até se diz: vou ver o Porto; vou ver o Benfica; vou ver o Sporting...

e não vou assistir ao jogo do A com o B. (nem o termo contra deveria ser usado)

quando isso acontece (a nossa equipa perder) fica o caldo entornado...

Por vezes ainda se descarrega sobre o árbitro, sobre o treinador, sobre o presidente...

outras vezes...é o que se vê!
custa perder em casa
Pois é custa perder! os bifiquistas com a mania das grandezas, custa-les perder no seu próprio recinto, mas vão-se habituando, tem acontecido muitas vezes e cai continuar a acontecer!....
Sabe porque estes casos acontecem
O olho da águia
Mas ao contrario de muitos
Bronco
Bronco???
custa perder em casa
Titulo de basket 2011-2012
Irradiado
A confirmar-se a atitude do guarda redes do Porto, ou é expulso definitivamente de qualquer actividade desportiva ou , pelo menos, suspenso durante 2 anos.
Achas mesmo
Violência

      Coisas do terceiro mundo
Observador a observar
Foi pena que o stick não tenha apanhado a cabeça do adepto benfiquista, pois de certeza que não foi a dar " beijinhos" ao g.r do FCPorto.Já é hábitual estas façanhas dos benfiquistas e deve ser o clube com mais "titulos "de violência no hoquei e outras modalidades. Já se esqueceram de terem posto um jogador do Porto em COMA e estão a fazer testes para o jogo de futebol no domingo na luz .Foi pena as bastonadas que se perderam a quem trata tão mal o desporto. O LUisão há pouco tempo teve 2 meses de suspensão com uma agressão, já mataram no Jamor , incendiaram autocarros,no Estoril há 2 semanas apedrejaram os autocarros do PORTO, para quando pôr na prisão estes deliquentes?Filipe Vieira não merece estar á frente de um clube como o benfica , no Alverca ( era amigo do PINTO DA COSTA) deixou por lá bastante PÓ, até o Pinto da Costa deixou falar para ele ... e Pinto da Costa não é nenhum santo !
E os outros são santos?
O olho da águia
Não deixa de ser curioso este sentido de justiça que algumas pessoas têm!
As que acham que o Edo Bosch se ter defendido de pessoas que estavam plantadas em sítios indevidos com o propósito claro de provocar os atletas para que eles tenham este tipo de reacções, deveria ser irradiado ou no mínimo apanhar dois anos de suspensão, são as mesmas que acham que o Luisão com a responsabilidade acrescida de ser o capitão da equipa, foi muito penalizado por apanhar dois míseros peses de castigo por ter agredido barbaramente o arbitro que estava no seu posto de trabalho.
É a justiça do Deus para mim e o diabo para os outros
Sempre os mesmos arruaceiros.
Desde o traumatismo craniano provocado, por esses arruaceiros, a um atleta do FCP, passando pelo incêndio ateado ao autocarro do clube, às provocações dos "jagunços" a mando de dos responsáveis benfiquistas, no famigerado túnel da Luz, ao apagão no no estádio, tudo são provas irrefutáveis da falta de civismo dessa gentalha.
Sempre os mesmos arruaceiros
Mas afinal?
O que é hóquei em patins?
Benfica-FC Porto em hóquei acaba em violência
Haja algum HOMEM com coragem dentro do desporto, com funções de aplicação de JUSTIÇA, nestes casos tristes boçalismo,irresponsabilidade,cidadania de terceiro mundo, gerada por uma cambada de %#?#=«^~!,que deviam era estar num curral a serem pincados com ferros,porque não sabem saber estar,não sabem ver desporto,não sabem o que é respeito,não sabem o que é regras de coisa alguma!Quando a justiça começar a dar "porrada", a todos por igual,"forte e feio"talvez começe a haver "civilização".
Comentários 26 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub