Anterior
FC Porto vence Nacional
Seguinte
Ronaldo bisa na remontada do Real Madrid
Página Inicial   >  Desporto  >   Benfica-FC Porto em hóquei acaba em violência

Benfica-FC Porto em hóquei acaba em violência

Agressão de jogador do FC Porto a um adepto do Benfica acabou em confrontos.
com Lusa |
Confrontos no final do jogo
Confrontos no final do jogo /  José Sena Goulão/Lusa

O "clássico" entre Benfica e FC Porto, da 13ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins, terminou hoje em confrontos entre a polícia e vários adeptos benfiquistas que se encontravam no pavilhão da Luz.  
 
Após o final da partida, que os "dragões" venceram por 6-4 e que lhes permitiu ascender à liderança do nacional, por troca com as "águias", os jogadores do FC Porto começaram a abandonar o recinto, dirigindo-se para o túnel do pavilhão sob apupos e insultos dos adeptos da casa.  
 
No momento em que entrou para a "manga" de segurança, o guarda-redes portista Edo Bosch atingiu com o "stick" um adepto benfiquista que se encontrava próximo do túnel, em reação às provocações de que os atletas portistas estavam a ser alvo.  
 
Em resposta à reação do guardião, os adeptos benfiquistas que se encontravam naquela zona tentaram ripostar, o que obrigou à pronta ação de vários elementos da polícia de intervenção, dando início aos confrontos, com várias crianças a terem de ser retiradas das bancadas.  
 
De resto, apesar dos cumprimentos entre jogadores das duas equipas no final, a partida entre "águias" e "dragões" desenrolou-se sempre sob um clima de grande animosidade, inclusivamente com alguns isqueiros a serem arremessados para dentro do terreno de jogo.

Benfica desagrado com atuação policial


O Benfica repudiou entretanto, em comunicado , a atitude das autoridades, que diz ter demonstrado "passividade" quando Edo Bosch agrediu um adepto 'encarnado' e só atuou depois "bancada dentro numa carga policial inexplicável, onde nem crianças nem mulheres foram poupadas".

"É lamentável que as autoridades policiais insistam numa dualidade de critério e de atitude difícil de compreender, atacando os adeptos do Clube no Pavilhão da Luz e fechando os olhos a tantos exemplos de má conduta portista no Dragão Caixa, tendência repetida ano após ano", pode ler-se também no comunicado em questão. 


Opinião


Multimédia

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

United Colors of Gnocchi

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 26 Comentar
ordenar por:
mais votados
O habitual.
Mais uma manifestação de civismo por parte dos adeptos e da polícia, e de "desportivismo" por parte dos jogadores.
Por norma
Este jogador devera ser irradiado de qualquer modalidade desportiva, visto não ter capacidade de conviver em sociedade e ser desportista.
Foi uma pena
Meu caro
pé de água
concordo
Ui,ui
O fanatismo clubístico...
embebeda a razão e faz despoletar o primarismo selvagem que há em cada um dos seres humanos...

porque o pressuposto para ir ver um jogo é o de ver a nossa equipa a ganhar. Até se diz: vou ver o Porto; vou ver o Benfica; vou ver o Sporting...

e não vou assistir ao jogo do A com o B. (nem o termo contra deveria ser usado)

quando isso acontece (a nossa equipa perder) fica o caldo entornado...

Por vezes ainda se descarrega sobre o árbitro, sobre o treinador, sobre o presidente...

outras vezes...é o que se vê!
custa perder em casa
Pois é custa perder! os bifiquistas com a mania das grandezas, custa-les perder no seu próprio recinto, mas vão-se habituando, tem acontecido muitas vezes e cai continuar a acontecer!....
Sabe porque estes casos acontecem
O olho da águia
Mas ao contrario de muitos
Bronco
Bronco???
custa perder em casa
Titulo de basket 2011-2012
Irradiado
A confirmar-se a atitude do guarda redes do Porto, ou é expulso definitivamente de qualquer actividade desportiva ou , pelo menos, suspenso durante 2 anos.
Achas mesmo
Violência

      Coisas do terceiro mundo
Observador a observar
Foi pena que o stick não tenha apanhado a cabeça do adepto benfiquista, pois de certeza que não foi a dar " beijinhos" ao g.r do FCPorto.Já é hábitual estas façanhas dos benfiquistas e deve ser o clube com mais "titulos "de violência no hoquei e outras modalidades. Já se esqueceram de terem posto um jogador do Porto em COMA e estão a fazer testes para o jogo de futebol no domingo na luz .Foi pena as bastonadas que se perderam a quem trata tão mal o desporto. O LUisão há pouco tempo teve 2 meses de suspensão com uma agressão, já mataram no Jamor , incendiaram autocarros,no Estoril há 2 semanas apedrejaram os autocarros do PORTO, para quando pôr na prisão estes deliquentes?Filipe Vieira não merece estar á frente de um clube como o benfica , no Alverca ( era amigo do PINTO DA COSTA) deixou por lá bastante PÓ, até o Pinto da Costa deixou falar para ele ... e Pinto da Costa não é nenhum santo !
E os outros são santos?
O olho da águia
Não deixa de ser curioso este sentido de justiça que algumas pessoas têm!
As que acham que o Edo Bosch se ter defendido de pessoas que estavam plantadas em sítios indevidos com o propósito claro de provocar os atletas para que eles tenham este tipo de reacções, deveria ser irradiado ou no mínimo apanhar dois anos de suspensão, são as mesmas que acham que o Luisão com a responsabilidade acrescida de ser o capitão da equipa, foi muito penalizado por apanhar dois míseros peses de castigo por ter agredido barbaramente o arbitro que estava no seu posto de trabalho.
É a justiça do Deus para mim e o diabo para os outros
Sempre os mesmos arruaceiros.
Desde o traumatismo craniano provocado, por esses arruaceiros, a um atleta do FCP, passando pelo incêndio ateado ao autocarro do clube, às provocações dos "jagunços" a mando de dos responsáveis benfiquistas, no famigerado túnel da Luz, ao apagão no no estádio, tudo são provas irrefutáveis da falta de civismo dessa gentalha.
Sempre os mesmos arruaceiros
Mas afinal?
O que é hóquei em patins?
Benfica-FC Porto em hóquei acaba em violência
Haja algum HOMEM com coragem dentro do desporto, com funções de aplicação de JUSTIÇA, nestes casos tristes boçalismo,irresponsabilidade,cidadania de terceiro mundo, gerada por uma cambada de %#?#=«^~!,que deviam era estar num curral a serem pincados com ferros,porque não sabem saber estar,não sabem ver desporto,não sabem o que é respeito,não sabem o que é regras de coisa alguma!Quando a justiça começar a dar "porrada", a todos por igual,"forte e feio"talvez começe a haver "civilização".
Comentários 26 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub