61
Anterior
O vírus contra-ataca
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Baptista da Silva em listas do PS

Baptista da Silva em listas do PS

O homem que se dizia consultor da ONU integrou uma lista nas distritais do PS, rival à de António Costa. Foi eleito para a comissão política mas nunca apareceu.
|
Baptista da Silva, o 'burlão' da ONU

Artur Baptista da Silva era um dos nomes cimeiros na lista de Rui Cunha, nas eleições para a Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) do PS, em 1990. A Lista foi derrotada pela de António Costa mas Baptista da Silva foi eleito para a Comissão Política.

"Nunca apareceu e desapareceu de circulação", conta ao Expresso o ex-deputado e ex-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Rui Cunha.

O percurso do falso professor universitário no PS  não se ficou por aqui. Foi apoiante de Vítor Constâncio para secretário-geral (em 1986) e nas eleições para a Concelhia de Lisboa (em 2008) esteve contra Miguel Coelho. 

Leia mais na edição de 5 de janeiro do Expresso.



Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 61 Comentar
ordenar por:
mais votados
Protecção mafiosa aos políticos oportunistas

Este não foi só um erro dos jornalistas ávidos de 'sensacionalismo contra o poder'.

Foi também o erro do PS em ter nas suas fileiras pessoas de carácter pouco recomendável, mas como 'todos, somos poucos', há que não reparar na qualidade das pessoas que querem 'ajudar'.

E o pior disto tudo, é que aos políticos tudo se perdoa:
Quem quer ser vigarista, corrupto, mentiroso e enganador, entra para um partido e já tem a sua protecção, como se fosse da máfia.

E foi assim que fizeram os isaltinos, os valentins, ou as felgueiras...

Quer passaporte para a impunidade?

Inscreva-se num partido, de preferência que esteja próximo do poder.

Com uma sociedade assim, como acreditar no mérito?

Porque não emigrar?
Mais Papista que o Papa
Disse que me disse que disse...
R: Disse que me disse, que disse...
Pela boca morre o peixe!!!
Tem que se ver o contexto...
.
Baptista da Silva em listas do PS
Este personagem é um não problema para ser motivo de tanta notícia.
No PS ainda há gente mais qualificada para a execução de determinado tipo de tarefas mais ou menos melindrosas. Alguns deles até passaram de Caixas num balcão de província a Administradores de Instituições Financeiras sem saberem muito bem o que andavam ali a fazer.
Deixem lá o homem em paz!
Porquê?
Nas listas do Ps?
Mais uma para o saco na minha consideração dos políticos e do PS em especial.Como é possivel acontecerem certas coisas em Portugal e o Povo não acordar??
Este Artur só incomoda

Outros Artur, eleitos e legitimados, podem roubar à vontade sem nada que se lhes aponte.
Lindo
Ó fartinho
.
Complicado
Simplificando
Contribuindo
Por cá tudo igual... Nada muda só as moscas...

Sim ... "O percurso do falso professor universitário no PS não se ficou por aqui. Foi apoiante de Vítor Constâncio para secretário-geral (em 1986) e nas eleições para a Concelhia de Lisboa (em 2008) esteve contra Miguel Coelho..."

O PSD Também tem os seus escolhos! Um deles chama-se Duarte Lima.

Em processo de 1997, foram investigadas as contas do Duarte Lima. O advogado declarou ao Fisco, entre 1986 e 1994, rendimentos de 182 mil contos, mas a Polícia Judiciária encontrou movimentos milionários...

Foram às suspeitas de fuga ao Fisco e de enriquecimento ilícito – divulgado pelo extinto jornal ‘O Independente’, em Dezembro de 1994 – que levaram a uma investigação exaustiva da atividade profissional e financeira do advogado. Após averiguarem movimentos em 35 contas bancárias e reunirem um processo com 20 volumes e 11 apensos, o Ministério Público e a Polícia Judiciária concluíram por vários ilícitos. Todavia, acabou por ser proferido um despacho de arquivamento

Apesar desse currículo maravilhoso, o Duarte Lima não sofreu qualquer penalidade política, e em janeiro de 1997 venceu as eleições para a presidência da Federação Distrital do PSD/Lisboa, mantendo-se como deputado na Assembleia da República.

Felizmente, em novembro de 1998, a mão da Providência Divina obrigou-o a se afastar da vida pública portuguesa, coisa que por uma questão de corporativismo nenhum deputado tomou a iniciativa.

Isso só nos mostra, como estamos nas mãos da Providência Divina..
Diga-me uma coisa...
Bulador
Corrigindo: burlão e burlador
Ora aí está...
Uma figurinha à relvas!

Cada jardim com a sua erva daninha!
à relvas?
.
Pagar "mico"
O termo brasileiro "pagar mico" (vergonha por acto alheio), foi a reacção possível à leitura da confrangedora nota da direcção. Em que no dar voz a um membro do governo, fosse o pluralismo suficiente para esconder o sectarismo de ideias, que nem ideológicas são.
Não foi Artur Baptista da Silva (Doutor, que nada tenho contra a pretensão), que tem transformado o conteúdo do Expresso num "diálogo em viagem de táxi“. Só as credibilizou, associando às mesmas, altas instancias internacionais em que se assumia como representante.
Ponto final, paragrafo
Mas assiste-se ao triste espectáculo que, continuando na gíria brasileira, se pode classificar como "síndrome de corno solitário": eu sou, mas outros antes de mim, também".
Porque uma coisa é tê-lo como apoiante, algo com pouca ligação ao apoiado. Ou mesmo fazer parte de uma lista. Outra, dá-lo como possuidor das soluções para os problemas do País.
O assunto só terá relevância, caso se saibam de prejuízos provocados pela personagem. Algo que até agora, só se podem queixar os incautos que consideram o Expresso a sua Bíblia e Nicolau Santos o seu Profeta
Deixemos portanto o pobre Artur em paz, permitindo que ele seja o que bem entender. O que, imagino, deve ser um direito constitucional

 
País de doutores.
Qualquer "doutor" bota figura neste país. É tão grande a apetência por ser doutor e tão grande a vénia aos ditos, que eles até se passeiam e ninguém desconfia. Mas que país este!
Pois é o único partido
Ao qual ele merece estar e que condiz bem com as competências dele.
SE FOSSE SÓ ESTE!
Há muitos como este infiltrados nos partidos!
Os portugueses têm de passar a votar em pessoas e não em partidos!
É a única solução para acabar com corruptos, trafulhas, ladrões, etc!
Outro Doc. tipo Relvas! Quantos mais não existirão
E o Miguel Relvas é melhor que este vigarista? Não, não é, antes pelo contrário, ele fez e continua a fazer as vigarices, com cobertura por parte do 1º ministro, que é outro tal qual....
Tudo igual... Em Portugal...
Calma aí
x52003
Horaca com voz de vaca...
Aconteceu-me o mesmo que ao x52003.
O que é isso?
Por vezes temos que empregar a linguagem adequada.
brilhantina antiga
Esquerdalha
E o que é o PS?
Tem tudo a haver!!! O que é o PS, senão a MAIOR FRAUDE da democracia portuguesa?!?!?
Aldrabões e outras coisitas...
Imagino se eles não se viessem !!
Cavaco tambem é xuxa
Ó EX7643938572983228
Saddam?!
Ó EX7643938572983228
Saddam?!
Cavaco é xuxa..
Quase de acordo
Tá tudo grosso e é consolo!
Nesta democracia da treta cabem todos. Todos são "engenhocas e stoures". Todos são "gandas" democratas. É um consolo. Tá tudo grosso.
Um Burlão melhor que outros
Faz furor este burlão, mas na realidade é um num bidon deles. o BPN é lìder nos burlões nacionais. São tudo gente de "elite", até há um grupo envolvido, que mora na "quinta da coelha"! Neste grupo até há um coelho que saiu da cartola e trazia relva entre pernas!

Este burlão da "ONU", tem pelo menos uma qualidade: não pertence ao governo nem está ligado ao BPN, o que o torna uma raridade!

Anda meio mundo preplexo com este Sr. Burlão, quando todos os dias surgem pela nossa casa adentro os burlões do costume com o lema do custe o que custar uns e os "avisos" outro! Em relação aos primeiros, os do custe o que custar, já os vomitamos. São puros dejectos desumanos! Em relação ao segundo, o dos "avisos" que nada significam e preenchem o vazio de acções que o cargo que ocupa obrigaria. Sim tal cargo, o presidencial, obriga acções mais incisivas e contudentes!

Estes burlões, estes vigaristas é que deveriam ser alvos exsangues conseguidos! Não fazem falta nenhuma e fedam!
Iconoclastas safados
"O homem que se dizia", escrevem os mal-agradecidos. No princípio - não, não era o Verbo, era Eu - deleitavam-se com o que eu dizia. Quem queria saber se Eu era mesmo quem dizia ser? Era tão importante aquilo que Eu dizia (e digo), que Nicolau Santos entendeu o facto do governo não me ouvir, razão para a demissão.
Até se chegou à hipótese de se colocar na Constituição: não a obrigação, mas o direito adquirido de me ouvirem.
E tal o entusiasmo que todos falavam com todos: o Nicolau com o PS; o PS com o Ricardo (o irmão do Costa); O Costa (o irmão do Ricardo) com o PS - que não é do Seguro - que por sua vez ligavam para Paris, que por sua vez ligava para todo o lado; a RTP - serviço público com garantia de qualidade - convidou-me para isso mesmo: serviço público; da TSF foram-me apanhar, antes que os outros o fizessem primeiro. O Carvalho da Silva e um senhor velhinho chamado Soares, não me largavam. Todos declararam: não estamos sós
Em 40 anos o Expresso nunca apareceu com recheio de tal interesse: as minhas declarações.
E agora, os safados tratam-me assim: o que se dizia ser
Deviam era agradecer-me e de joelhos. Fui o único que credibilizei teorias que outros consideravam coisa de malucos.
O que são vocês sem o Artur (que sou eu)?

Zero
Necedades
Comentários 61 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub