Siga-nos

Perfil

Expresso

João Santos Duarte

João Santos Duarte

Jornalista

Vem de uma pequena aldeia chamada Amor, perto de Leiria, e tem muito orgulho nisso. Foi estudar jornalismo para Lisboa porque o que gostava mesmo era de escrever. Acabou por apaixonar-se pelos microfones da rádio, onde esteve vários anos, e agora dedica-se a aventuras multimédia e narrativas digitais. Tem mais de 1,90m, e aproveita para esclarecer o mundo de uma vez por todas: não, não é bom a basquete, e o tempo lá em cima está sempre igual ao tempo aí em baixo. É do Benfica e do Dínamo de Kiev. Utiliza frequentemente a expressão "genial!" para descrever as incidências do quotidiano, mesmo as mais banais. Se pudesse conhecer uma personalidade, de qualquer época, ia beber uma cerveja com Bukowski.​

  • O bom escultor, o mau paroquiano e os vilões no poder da ilha da Madeira

    A Beleza das Pequenas Coisas

    Amândio de Sousa, um dos mais interessantes escultores portugueses do século XX, com obra premiada no país, morrerá convicto de que poderia ter sido muito mais do que foi. Mas um grande amor levou-o a regressar à Madeira, a terra onde nasceu, de onde fugiu, mas da qual nunca escapou. Porque às vezes só o amor importa. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

  • Só para adultos: estas loiras vão seduzir-vos e matar-vos de riso

    A Beleza das Pequenas Coisas

    Paula Porca vive na “Avenida Q” e é o tipo de mulher que todos os homens quiseram e nunca puderam ter. Inês Aires Pereira é a atriz que lhe dará voz num irreverente musical para adultos, original da Broadway. A estreia deste espetáculo está marcada para 8 de fevereiro, no Teatro da Trindade, em Lisboa, numa mistura da estética dos Marretas com assuntos para gente crescida. A incluir até sexo ao vivo... mas com bonecos fofinhos. Uma conversa bem-disposta para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

  • Contigo até ao fim, Mário

    Multimédia

    João Santos Duarte

    Saiu a eterna apaixonada do comboio. Saiu o homem que tem andado atrás do doutor para todo o lado. Saiu Lisboa, e, dentro de Lisboa, saiu Portugal. Sairam palmas e bandeiras e rosas amarelas. E saiu o povo, que o acompanhou até à última morada. Sairam todos à rua para um último adeus e Soares voltou a ser fixe. Para sempre

  • É vosso dever gostar desta ‘señorita’

    A Beleza das Pequenas Coisas

    Mitó Mendes é a voz da banda feminina que deu que falar em 2016. Junto com Sandra Baptista (no acordeão e baixo elétrico) forma a dupla “Señoritas” com o álbum de estreia “Acho Que É Meu Dever não Gostar”. E é vosso dever conhecê-las e ouvi-las. Um projeto nascido depois do adeus d´A Naifa (a banda criada por João Aguardela e Luís Varatojo) com temas que vão fundo nas feridas, frustrações e raivas de tantos de nós. Além de cantora e musica, Mitó é também terapeuta de medicina chinesa e estudiosa de técnicas ancestrais de cura. “Já vivi várias vidas nesta vida e espero viver muitas mais”. Uma conversa cheia de histórias e revelações e um balanço musical do ano que passou. Para ouvir neste episódio do podcast “A Beleza das Pequenas Coisas”

  • Mais do que permitia a força humana

    Arquivos Expresso

    João Santos Duarte e Tiago Miranda

    O Expresso esteve lado a lado com os recrutas do 127º Curso dos Comandos. Dos 67 homens que começaram, apenas 23 resistiram. Dois morreram. Durante mais de 12 semanas, foram levados além do limite. Mais do que permitia a força humana Neste fim de semana em que nos despedimos de um ano e nos preparamos para outro, o Expresso republica histórias, reportagens, conversas, narrativas, dúvidas, considerações, certezas e revelações que fizeram de 2016 um ano preenchido. Todos estes artigos são publicados tal como saíram inicialmente

  • O capitão que quase enganou a tristeza

    Arquivos Expresso

    A história definitiva do homem certo no sítio certo no dia certo. Que falava alto, que cantava desafinado, que não se encolhia, que foi maltratado depois de protagonizar História, que enganou enquanto pôde o que a tristeza lhe tirou na infância e na morte – o direito a ter o que é devido. Um herói português. Neste fim de semana em que nos despedimos de um ano e nos preparamos para outro, o Expresso republica histórias, reportagens, conversas, narrativas, dúvidas, considerações, certezas e revelações que fizeram de 2016 um ano preenchido. Todos estes artigos são publicados tal como saíram inicialmente

  • Figura Internacional de 2016: Trump, o efeito "SURPRESA!"

    Vídeo

    João Santos Duarte e Rui Cardoso

    Contrariando todas as sondagens e análises, o ex-magnata do imobiliário e protagonista de reality shows levou a melhor e tornou-se o 45º presidente dos EUA. Para o editor de internacional do Expresso, Rui Cardoso, a chave de vitória de Donald Trump foi ter sabido ir muito além do que seria a sua base natural de apoio (conservadores radicais, eleitorado do sul e zonas rurais), conseguindo falar para os desiludidos da globalização, a classe média branca zangada com a classe política tradicional.