Siga-nos

Perfil

Autárquicas 2017

Autárquicas 2017

Projeção em Lisboa: Hecatombe à vista para o PSD

É pior do que se previa. Eurosondagem coloca Teresa Leal Coelho em 4º lugar, atrás do PCP e quase empatada com o BE, que surge em 5º. Medina tem maioria absoluta.

O PSD já não disputa o 3º lugar com o CDS. O quadro previsto pela Eurosondagem é bem mais catastrófico: Teresa Leal Coelho aparece em 4º lugar, atrás do PCP e quase empatada com o Bloco de Esquerda, que surge em 5º..

A candidata do PSD apenas arrecada entre 8,4 e 11% dos votos na capital, atrás de João Ferreira, do PCP, que a Eurosondagem prevê situar-se entre os 10% e os 12,1%, e de Fernando Medina que consegue maioria absoluta, ficando entre 40,4% e 46%.. Quase empatado com Leal Coelho surge Ricardo Robles, do BE, com 7,7 a 9,9% dos votos.

Em mandatos, fica bem clara a queda nunca vista do PSD na capital. O partido de Passos Coelho está empatado com o BE - um a dois mandatos. O PCP, segundo a Eurosondagem, garante dois; o CDS, entre três a quatro. E Fernando Medina elege nove.

A projeção da Intercampus para a TVI não fica longe e confirma o 4º lugar para a candidata do PSD em Lisboa. De acordo com a Intercampus, Fernando Medina vence com 44,3% a 49,3%. Assunção Cristas, do CDS, fica em 2º lugar, com 15,5% a 19,5%; João Ferreira, do PCP, vem em 3º, com 8,3% a 12,3%. E em 4º fica Teresa Leal Coelho, com 8,1% a 12,1%. A candidatura de Ricardo Robles, do BE, surge em 5º, com 6,2 a 9,2%.

  • Ângela Silva

    No Expresso há 17 anos, antes na Rádio Renascença, Independente, Lusa, Público, outra vez Independente. Licenciada em Filosofia, entrei pelo jornalismo político e não saí. Não deixei de votar.