Siga-nos

Perfil

Autárquicas 2017

Autárquicas 2017

PSD acusa Governo de insultar portugueses com lei para impedir futebol em dia de eleições

“Achar que os portugueses, ao fim de mais de 40 anos de democracia, não têm a consciência da importância do seu direito de voto e o possam confundir com outro tipo de atividades lúdicas, é tratar os portugueses como se fossem crianças”, disse à Lusa o deputado do PSD e ex-ministro da Presidência Luís Marques Guedes

O PSD considerou esta quinta-feira um "insulto aos portugueses" e uma "manobra de diversão" a intenção do Governo apresentar uma lei que proíba jogos de futebol em dias de eleições.

Em declarações à agência Lusa, o deputado do PSD e ex-ministro da Presidência Luís Marques Guedes afirmou que a notícia sobre a preparação de alterações ao Regime Jurídico das Federações Desportivas, de forma a proibir eventos desportivos em dias de eleições, "não passa de uma manobra de diversão e um insulto aos portugueses".

"Achar que os portugueses, ao fim de mais de 40 anos de democracia, não têm a consciência da importância do seu direito de voto e o possam confundir com outro tipo de atividades lúdicas, é tratar os portugueses como se fossem crianças", disse.

Marques Guedes ironizou sobre "o que virá a seguir" e deixou quatro perguntas: "Vão proibir os cinemas? Os teatros? Vão mandar encerrar os museus? Mandar encerrar as praias ou os centros comerciais?".

"Isto é profundamente ridículo", sintetizou.

Para o deputado social-democrata, trata-se também de uma "manobra de diversão" da parte do executivo do PS e de "entreter as pessoas, escondendo as falhas do Governo"

"Como não conseguem fazê-las, arranjam este tipo de manobras", afirmou.