23 de abril de 2014 às 23:57
Página Inicial  ⁄  Multimédia  ⁄  Infografia  ⁄  Autarcas indignados com ministra da Justiça
COM GRÁFICO ANIMADO

Autarcas indignados com ministra da Justiça

Autarcas de diversos pontos do país estão a concentrar-se no Terreiro do Paço, Lisboa, contestando o projeto de novo mapa judiciário que prevê o encerramento de 54 tribunais.
Alexandre Costa e Sofia Miguel Rosa (www.expresso.pt)

A concentração que está neste momento a ter início junto ao Ministério do Trabalho, Terreiro do Paço, foi convocada pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) para contestar o projeto de novo mapa judiciário que prevê o encerramento de 54 tribunais.

"Não é aceitável continuarmos a assistir ao deslocar constante de serviços essenciais para as populações, deixando para trás parte de Portugal e um grande número de portugueses", refere um documento da ANMP.

Viseu, Vila Real, Bragança e Guarda são os distritos mais afectados pelo encerramento de tribunais. Segundo a ANMP, os tribunais a extinguir têm custos de funcionamento residuais.

Autarcas indignados com ministra


A associação manifesta a sua concordância com a racionalização dos serviços públicos, desde que "não coloque em causa os direitos dos cidadãos e o equilíbrio e coesão territoriais", acrescentando que "as propostas de revisão da organização judiciária não podem nem devem constituir mais um fator determinante para despovoamento das zonas menos populosas do país".

ANMP mostra-se indignada e considera inadmissível que a ministra da Justiça tenha apresentado o projeto sem discussão prévia com os eleitos locais, o que qualifica como uma "desconsideração".

Durante a concentração de hoje, uma delegação da ANMP irá entregar um documento no Ministério da Justiça contestando o novo mapa que consideram "alimentar assimetrias e prejudicar as economias locais".

O presidente da ANMP, Fernando Ruas, encontra-se em Bruxelas e não participa na concentração de hoje.







Comentários 42 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Com a devida vénia a Com.ta tranquilidade
«A multinacional de cablagens Delphi vai despedir cerca de 300 pessoas em Castelo Branco, nas próximas duas semanas, avança a TVI, citando fonte sindical.»

In Sapo

O governo, para não ficar em desvantagem, já tomou medidas, a saber:

«O centro de contacto nacional da Segurança Social que funcionava em Castelo Branco desde 2008 encerra esta sexta-feira. Todos os 400 funcionários serão despedidos.»

In Expresso online

É claro que é em Castelo Branco, um grande centro de recrutamento de trabalhadores, onde mais 700 desempregados, menos 700 desempregados não faz diferença nenhuma.

Cada dia que passa verificamos que estamos muito melhor.»

ENSAIO PARA A LIQUIDAÇÃO DA ESTRUTURA JUDICIAL
Para os autarcas, o problema de fundo reside na centralização cada vez maior do país que acentua, perigosamente, a desertificação do interior e do norte, aumentando, também, as desigualdades entre os habitantes destas regiões relativamente ao litoral. Alguns comentadores falam de custos? Retomando o tema, alguém me explicará qual o motivo pelo qual um residente em, por exemplo, Castro Laboreiro deverá percorrer entre 100 a 130 quilómetros para recorrer ao Tribunal que, caso a reforma fosse levada a efeito, lhe estaria adstrito? Quem paga as deslocações, as refeições e o tempo perdido? Somente os "centralistas" militantes e os felizes ajardinados do litoral terão direito a ser servidos pelos serviços fundamentais? Serão os restantes portugueses de terceira? Estou de acordo com Marinho Pinto quando diz que o novo Mapa Judicial é "uma aberração"! Ora bem! Por um lado mandam-nos emigrar, por outro tentam fechar-nos os serviços de saúde e os Tribunais! Que se seguirá? Talvez enfiar-nos em campos de concentração e gazear esta casta de perniciosos seres que cometeram o horroroso crime de nascer, ao que se vê, no local errado!
Re: ENSAIO PARA A LIQUIDAÇÃO DA ESTRUTURA JUDICIAL Ver comentário
Re: ENSAIO PARA A LIQUIDAÇÃO DA ESTRUTURA JUDICIAL Ver comentário
Re: ENSAIO PARA A LIQUIDAÇÃO DA ESTRUTURA JUDICIAL Ver comentário
Re: ENSAIO PARA A LIQUIDAÇÃO DA ESTRUTURA JUDICIAL Ver comentário
"MANIFE"
Manifestação de "Panelas e tachos" em Lisboa.
kácus
Autarcas
Deixem-se de manifestações, esse período já passou há muito, ponham-se é trabalhar para o bem dos vossos munícipes, que são quem os elege. Criem condições para as pessoas habitar, começando pela aprovação dos infadonhos PDMs. Quanto aos tribunais, a maior parte devia fechar de vez, porque trabalham pouco.
De que se queixam ?
Nessas zonas , Beira Alta e Trás-os-Montes , não votaram em grande maioria neste governo ?

Porque protestam agora ?

Não têm legitimidade nenhuma para protestar , arquem com as consquências das vossas escolhas.
Re: De que se queixam ? Ver comentário
Re: De que se queixam ? Ver comentário
Não fazem falta
Podem fexa os tribonais todes porque não fazem falta na justiça portuguesa ,para que servem os tribonais num pais que não tem justiça??????
Pois
Se os problemas da justiça se resolvessem fechando tribunais, nem era preciso ter ministro da justiça. Ou poderiam lá colocar um chimpanzé amestrado, para esses efeitos.

Os problemas da justiça são outros. São muito graves e é preciso ter tomates para os resolver!
Srs Autarcas
Para que se andam a maçar com a justiça se ela não existe para todos de igual modo, ou será que andam a pedir para ela ser de igual modo para todos?
Acabar com casos tipo isaltinos, felgueiras, sobreiros, freeport, covas da beira, bpn, etc?
Muito respeitinho pelo meu dinheiro!
Um tribunal consome muitos recursos ao país sem que o retorno seja para todos os cidadãos. Andar a pagar ordenados milionários a juízes e procuradores para prenderem quem faz dowload ilegal de uma musica e absolverem os isaltinos deste país, causam um desperdício de dinheiros públicos que devem ser canalizados por exemplo para cuidar da saúde de quem trabalha ou já trabalhou.

É claro que um tribunal coloca muito dinheiro numa terra. Além dos funcionários, os juízes levam uma vida faustosa e isso deixa muito dinheiro na terra onde o tribunal está implementado.Mas não sou eu que tenho que pagar isso. Eu ganho para mim,e sinceramente preocupa-me mais não ter o dinheiro para uma média e um prato de caracóis do que punir quem grafitou uma parede.

Se os autarcas acham que o tribunal por sí gera mágicamente dinheiro, então que a terra onde ele está situado suporte as custas. É bem fácil, os restaurantes passam a oferecer de graça os almoços aos juízes e restante séquito, as casas dos funcionários são oferecidas sem que se pague renda, os stands oferecem os carros, as lojas o fatos caros,e por aí.

Se acham que não devem pagar,então porque o devo fazer eu?Se me assaltarem a casa o tribunal vai estar do ladodo assaltante.Para que vou pagar?
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Vamos lá a saber. Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Muito respeitinho pelo meu dinheiro! Ver comentário
Re: Autarcas concentram-se hoje junto ao Ministéri
Mais uma passeata até Lisboa.
Re: Autarcas concentram-se hoje junto ao Ministéri Ver comentário
Prostestar
Os autarcas a prostestar, qual a legitimidade para protestar, quem não paga o que deve ás firmas e faz milhões de dividas protesta o quê? a bem da razão?
ESTES SENHORES, MESMO QUE TIVESSEM RAZÃO...
Estes senhores mesmo que tivessem razão, pela sua incompetência , de alguns, deviam esconder-se e n abrir a boca, quanto mais manifestarem-se. E depois, apresentam-se em Lisboa, mas quem pagou a deslocação foi o CONTRIBUINTES, que infelizmente os engorda. Mas a maioria desta gente percebe alguma coisa de JUSTIÇA? Ainda pensam que estão no pós 25abr. em que , com ARRUAÇAS se resolviam as coisas.Vão dar banho ao cão...
A maioria
destes autarcas são do PSD.
Votaram PSD, agora aguentem-se!
Em vez das horrorosas rotundas e licenças para construção de monos e mamarrachos que esta gente fez e que descaracterizou o país, para além de não pagarem o que devem dessas mesmas obras horrorosas e de um mau gosto de bradar aos ceus, tivessem protegido os seus municipes, de toda a sujeira que se encontra em numerosas regiões do país, teriam feito um melhor trabalho.
A começar por Fernando Ruas, que rico exemplo de autarcas que temos.
Gente que é eleita sabe-se lá como e porquê, saloios sem um pingo de bom gosto, agora vêm passear para lisboa gritando contra contra a sua Ministra que eles tanto contribuiram para eleger.
Que se lixem os tribunais. Para que é que os queremos?
para dar emprego a uma clientela de juízes e demais gente que nada fazem, que levam anos a julgar um caso, que vivem que nem lordes, com vencimentos enormes para nada produzirem.Ainda se fossem escolas ou hospitais, eu daria razão á população, mas sustentar juízes e montes de gente que passeiam nos corredores dos tribunais, já chega!

Ó srs, saiam-nos de cima. Não há pachorra para alguma espécie de autarcas deste país.
Re: A maioria Ver comentário
protesto???
Onde estavam estes autarcas quando fechavam urgências e centros de saúde.
Não será isto realmente importante para os mais desfavorecidos?
Mas não, esses coitados não pagam licenças, registo IMIs etc… porque não teem nada.
Quem os mandou prostetar tem.
Deviam ter vergonha
Campanha eleitoral
As autárquicas estão ao rubro e ainda estamos a meses de distancia.
Mas eu estou com estes contestatários… a justiça em Portugal está ótima e não necessita que se altere absolutamente nada.
Dinheiro há de sobra, por isso não há razão para reestruturar o mapa judiciário. Eu até criaria os serviços… juiz porta-a-porta e o angariador de processos judiciais.
Comentários 42 Comentar
Pub