6
Anterior
Morreu filho de Sylvester Stallone
Seguinte
Belém confia em folga da troika
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Aumentam queixas ao SNS

Aumentam queixas ao SNS

Os utentes do SNS apresentaram, em 2011, quase 50 mil reclamações, os médicos são o grupo mais visado.
Lusa |

Os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) apresentaram quase 50 mil reclamações em 2011, mais oito por cento (%) do que no ano anterior, apesar de ter diminuído a atividade assistencial, segundo um relatório do Ministério da Saúde.

O relatório indica que, das 54.675 exposições que os utentes realizaram no ano passado, 49.702 foram reclamações (91%) e 3.636 foram elogios.

Os médicos são o grupo profissional mais visado nas reclamações (46,49%), bem como nos elogios (31,93%).


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados
Aumentam queixas ao SNS
"Os médicos são o grupo mais visado nas reclamações - 49.702", segundo o relatório. Claro, os médicos são os "punching bags" entre o Ministério da Saúde e os utentes, portanto são eles que apanham a pancada toda.

"... e 3.636 foram elogios". Muitas vezes (quase sempre) os utentes se esquecem de registar a sua satisfação pela forma como foram ou são tratados pelos médicos. Se sempre o fizessem tenho a certeza que o número de elogios seria infinitamente superior ao das reclamações.

E já agora, foi no mínimo uma coincidência o Ministério da Saúde revelar este relatório logo a seguir à greve...
Re: Aumentam queixas ao SNS
Aumentam queixas ao SNS
Quem dá a cara é que normalmente tido como responsável.
Num fim de semana recente tive necessidade de ir ao H. Stª Maria. Cheguei por volta das 14 h, a triagem foi rápida e fui para uma sala acumulada de utentes, muitos deles que já lá estavam desde as 10 horas.
O tempo foi passando, e as pessoas começaram a manifestar a sua inpaciência, nomeadamente alguns que se encontravam com dores.
Estavam dois ou três médicos, julgo de medicina interna, que entravam e saiam dos gabinetes por tempos prolongados.
Tendo entrado ás 14 horas, e após a triagem, fui recebido por uma médica cerca das 17h 30m. estando com algumas dores só por esta altura fui medicado e o alivio começou. Depois de ser submetido a Rx e outros exames consegui vir para casa ás 20h.
Entretanto houve doentes que abandonaram o local, alguns familiares tentaram falar com o responsável pelos serviços de urgência sem qualquer resultado porque ninguem sabia onde se encontrava.
Enfim é o SNS que temos, e cuitados daqueles que não têm meios para se socorrer de outros serviços.
Só para terminar, quem faz os serviços são os funcionários, a começar pelas chefias.
Quem seria mais ?
Cada notícia...a culpa e o mérito é sempre do médico.
Re: Quem seria mais ?
Re: Aumentam queixas ao SNS
Parece que os responsáveis pelo planeamento das Urgências em termos de pessoal e equipamento, não percebe nada de Matemática e Estatística.
Se funcionasse de acordo com esses modelos não tinham 5% das queixas que têm.
Os médicos não têm competência nestas matérias.
Comentários 6 Comentar

Últimas

Pobres de nós

O facto da pobreza ser fundamentalmente relacional ...

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub