31 de outubro de 2014
Página Inicial   >   Atualidade / Arquivo

CPI do BES vai acabar em piza

João Vieira Pereira |
Vai acabar em piza" é uma expressão brasileira que rima com Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Os poderes de uma CPI no Brasil são muito semelhantes aos que existem em Portugal. E de um lado ou de outro do atlântico estes processos têm servido para pouco. Isto, claro, se retirar o facto de servir propósitos partidários. Quer seja como ...

Alguém viu por aí 2,6 mil milhões?

António José Teixeira |
Há expressões extraordinárias que se associam aos bancos. O 'stress' é uma delas. Testes de stress, bancos mais stressados do que outros, chumbos e passagens, até parece fazer sentido dizer: pobres dos bancos! Só pode ser ironia. O stress é nosso. Confesso o meu. Esta semana não paro de pensar no mais fantástico negócio dos últimos meses. Não ...

Crescer para cumprir ou cumprir para crescer?

Henrique Monteiro |
Confesso que tenho pouca paciência para os debates do Orçamento do Estado. Nesse sentido, faço parte da legião de preguiçosos que Passos Coelho denunciou. Em mim, além da preguiça para analisar números que nada me dizem, alia-se a enorme convicção de que tais números são para apresentar e não para cumprir. Poderia, eventualmente, interessar-me ...

Ricardo Salgado e o princípio da desconfiança

Henrique Raposo |
Meu querido Henrique Monteiro, a tua crítica publicada na edição de ontem aqui do Expresso online ("Porque é que Henrique Raposo não tem razão acerca de Ricardo Salgado?") passa ao lado. Mas a culpa é minha. Não me expliquei como deve ser. Como é óbvio, a base de uma sociedade é a confiança, mas eu não estou a falar de ...

Miss OCDE

Daniel Oliveira |
A OCDE é uma candidata a Miss: quer a paz no mundo através de um sorriso. Quer a austeridade sem as consequências da austeridade. Cortes salariais sem pobreza e sem emigração e com aumento da poupança das famílias. Empresas que contratam barato mas ficam cheias de doutorados. Cortes no Estado com mais apoios sociais. Menos professores e mais ...
o tique

o tique

Patrícia Reis |
A minha tia avó morreu na sexta-feira. Eram cinco da tarde e a cozinha cheirava a muamba, quiabos frescos, galinha, beringelas e courgettes numa sopa de óleo de palma e outras coisas. A minha mãe telefonou e eu rumei ao Alentejo. Eram seis e um quarto. Levei o disco novo Camané... ...

Passar de Centímetros para Metros

Michael Seufert |
Há uns anos havia uma brincadeirinha parva, mas que, como todas as brincadeiras parvas, tinha suficiente graça para ser ainda mais irritante:    O Porto não tinha metro e Lisboa tinha. Os portuenses conviviam mal com a desigualdade e os lisboetas não faziam rogado de gozarem conosco: à passagem subterrânea que servia de passagem de peões ...

Passos resolve (mesmo quando finge que não)

Pedro Santos Guerreiro |
A resolução do BES não foi uma decisão do Banco de Portugal, não foi uma decisão da banca, não foi uma decisão de Bruxelas. Foi uma decisão do governo, que fugiu dela como de um acidente prestes a acontecer. Por eleitoralismo? A decisão nunca foi bastarda, mas houve uma enorme dissimulação quando ela foi apresentada, naquele domingo de ...

Por que Henrique Raposo não tem razão acerca de Ricardo Salgado ?

Henrique Monteiro |
Numa crónica aqui publicada ontem ("Ricardo Salgado era uma pessoa distinta, não era?"), o meu vizinho de blogue e amigo Henrique Raposo disse que o princípio institucional de uma democracia, aquele que protege as nossas liberdades concretas era - e cito - "a desconfiança". Raposo acrescentava que "Igualdade, Solidariedade, Fraternidade ou ...

Um Nokia com o jogo da cobrinha, sff

Henrique Raposo |
O gajo de 1979 acorda, toma banho e lê jornais em papel enquanto toma o mata-bicho. Como se vê, o gajo de 79 é um Neanderthal analógico: diz "mata-bicho" e desconhece as manhãs que cantam nas apps, smartphones, ipads e demais icoisas.    Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI  
Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub