Anterior
Mundial e Jogos Olímpicos expulsam 170 mil brasileiros de casa
Seguinte
Newt Gingrich desiste da corrida republicana
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Ativista cego quer sair da China no avião de Clinton

Ativista cego quer sair da China no avião de Clinton

Chen Guangcheng diz que saiu da embaixada norte-americana em Pequim após ameaças de que a sua mulher seria espancada até à morte. 
|
Chen Guangcheng reencontrou-se ontem com a família no hospital
Chen Guangcheng reencontrou-se ontem com a família no hospital / AP

"A minha grande esperança é que seja possível partir com a minha família para os Estados Unidos no avião de Hillary Clinton", declarou o ativista chinês Chen Guangcheng ao " Daily Beast ", no hospital em Pequim onde se reuniu ontem com a mulher e filhos e recebeu assistência médica.

Numa declaração telefónica à agência Associated Press, Chen Guangcheng disse que saiu da embaixada de livre vontade mas que os Estados Unidos - que estabeleceram um acordo com a China para garantir a sua segurança e da sua família - o pressionaram também nesse sentido.

O ativista disse ainda que recebera ameaças de funcionários chineses, que declararam que iriam espancar até à morte a sua mulher caso permanecesse sob a protecção norte-americana.

Chen Guangcheng mostrou algum desapontamento com a atuação dos Estados Unidos, considerando que o "Governo norte-americano não foi suficientemente proativo".

O ativista teria recebido garantias do embaixador norte-americano de que permaneceria com ele no hospital, mas diz que logo após ter dado entrada no quarto percebeu que todos tinham abalado e que ficara sozinho.

Receios da atuação da China


O modo como os acontecimentos se desenrolaram, após a sua saída da embaixada norte-americana, contribuiu para Chen Guangcheng ter mudado de ideias quanto à decisão de permanecer no país, sob o compromisso de Pequim de garantir a sua segurança e da sua família, e ainda de que poderia estudar Direito na universidade.

Segundo o "The New York Times", até os Estados Unidos têm sérias dúvidas de que a China respeite o compromisso.

Recorde-se que Pequim pretende um pedido formal de desculpas de Washington devido à sua participação ao caso de Chen Guangcheng, por considerar que se tratou de uma intrusão inadmissível nos seus assuntos internos.

Chen Guangcheng esteve seis dias refugiado na embaixada norte-americana, para onde escapou da prisão domiciliária em que se encontrava. Acabou por abandonar a embaixada ontem, seis horas depois da chegada à China da secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton.

Clinton, que anteriormente expressou o seu apoio a Chen, não referiu o seu nome nos encontros com representantes chineses, mas frisou que as parcerias entre os dois países serão mais fortes se a China proteger "os direitos de todos os seus cidadãos".


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 8 Comentar
ordenar por:
mais votados
A hipócrisia de Obama nos direitos humanos
A China é o maior credor dos Estados Unidos e esta diplomacia de Obama/Clinton é uma hipócrisia, sem conteúdo e que não altera as limitações a que estão sujeitos os chineses,o seu Povo e sobretudo os activistas contra o poder.
2 biliões de chineses debaixo da pata do "rico" comité central chinês : o que diria Mao desses novos capitalistas se fosse vivo?
Re: A hipócrisia de Obama nos direitos humanos
CHINA - DIREITOS HUMANOS???
É pura ficção! O mais interessante é que o mundo ocidental se abstem de comentar e pressionar a China no sentido de alterar a sua politica. PURA HIPÓCRISIA!
Sr., Portas
Espero uma declaração de repudio pelas declarações efectuadas pelos chineses.
Ou será que o povo Portugues tem de começar em retaliação ao povo chinês em Portugal?
Mas nota-se a podridão política existente neste país de vendilhões.
Sempre a mesma lenga-lenga!!
Volto à carga:

Quais Direitos Humanos?...
..., os que mantêm 200.000.000 de desempregados?, os que mantêm milhões sem conta, de esfomeados em África?, os que prolifreram no Afeganistão, os da Líbia?, os do Egipto?, os que podem gritar, ams não podem votar em quem defendo os seus interesses, por medo do desemprego?, os que ainda lutam pela independência absoluta dos seuis países?, os que fomentam matanças em escolas e acampamentos?...

BASTA !!!, deixem-se de hipócrisias.
Re: Sempre a mesma lenga-lenga!!
Re: Sempre a mesma lenga-lenga!!
Re: Sempre a mesma lenga-lenga!!
Comentários 8 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub