18
Anterior
Confirmada morte cerebral de Angélico
Seguinte
Governo adia venda da RTP
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   As mulheres da nova maioria (fotogaleria)

As mulheres da nova maioria (fotogaleria)

Governo de Passos Coelho é reduzido e o número de mulheres também. Entre os 46 ministros e secretários de Estado há oito mulheres. No entanto, o PSD indicou uma mulher para presidir ao Parlamento.

Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 18 Comentar
ordenar por:
mais votados
FOFOCAS
Considero este tipo de abordagem lamentável, de baixo nível e fora de contexto.
O desempenho de cargos governativos não é uma actividade sexual, pelo que o sexo ou a inexistência deste é irrelevante.
Se se tratasse de uma função para reproduzir pequenos políticos, então teríamos que ter casais, para criar, como se faz com os pombos ou os coelhos.
Isto é mesmo crónica cor de rosa, literatura de supermercado.
O que interessa é que seja gente dedicada, inteligente, trabalhadora,com ideias para resolver esta embrulhada. Homens ou mulheres, podem ser igualmente inteligentes e competentes.
Re: FOFOCAS
Isso tem algum interesse agora?
Estão a insinuar o quê?

Aos Portugueses, neste momento desesperado de bolsos vazios e desemprego à vista, só interessa uma coisa : que tenham CÉREBRO para tirar o país da miséria que se adivinha!

Seja qual for o sexo!

Deixem-se de patetices para vender notícias.
Péssimo, péssimo, horrível...
Ora bem. 100 está para 46 assim como X está para 8. 8 x 100 dá 800, a dividir por 46 dá 1. 1x6 igual a 6. 1x4 igual a 4. 6 para 10 igual a 4, vai abaixo o 1. 4 mais 1 igual a 5, para 8 dá 3. 34 a dividir por 46 dá 0, vem abaixo o 0. 340 a dividir por 46 dá 7. 7x6 dá 42, para 50, 8. 7x4 dá 28 mais 5 dá 33, para 34 dá 1. Sobra 19. Arredondando temos cerca de 10,7% de mulheres no Governo. Eu diria que, se o governo quisesse fazer uma orgia para celebrar, digamos, o pagamento da dívida à Troika ou a vitória de Portugal no Campeonato da Europa de 2012, na sábia expressão do Sherminator, teríamos demasiadas salsichas para poucos fornos. Mais a sério, diria que é um governo péssimo para mim, porque se o governo passa a vida a me f... ao menos que seja f... por um governo de mulheres.
"Bem Escrito","Interessante", "Divertido"
Re:
E ainda mais péssimo, péssimo, horrível
O Expresso publica duas notícias quase seguidas sobre o casamento gay (legalização em Nova York, nova secretária de Estado para a Igualdade é contra) e os comentários parecem resultados de jogos de basquetebol, aos 100 e 180! Publica esta coisinha sobre a discriminação governamental das mulheres (que é um género completo, incluindo as hetero, as homo e as bi) e 4 comentários até agora, incluindo 2 meus que, como toda a gente sabe, não valem nada. Se a minha cultura geral não fosse mais vasta do que esta pequena amostra, diria que há mais gente (sobretudo homens) mais interessada em gays do que em mulheres. O que é bastante mau, digo eu (o que, como se sabe, não conta nada - já se fosse o Águia Dois ou o Man on the Moon, essas mentes brilhantes que basta deixar caír uma pequena reflexão do género "condolências à família do Angélico" são logo pontuados por 5 ou 6 devotos, contaria muito).
Re: E ainda mais péssimo, péssimo, horrível
Re: E ainda mais péssimo, péssimo, horrível
Triste Notícia
Contar as mulheres que integram um governo e fazer notícia disso é proclamar o papel pouco activo da mulher na política e recordar a repressão e a violência que as mulheres no último século sofreram, em Portugal. A desigualdade no tratamento que conduziu à ileteracia das mulheres e ao preconceito quanto às suas capacidades de exercer o poder, visto terem sido, ao longo dos tempos, as submissas.
Re: Triste Notícia
Re: Triste Notícia
Re: Triste Notícia
Re: Triste Notícia
A SOLUÇÃO TEM DE PARTIR DAS MULHERES
A sensibilidade feminina talvez seja capaz de acabar de uma vez por todas com a «conivência» das leis que regulamentam as atividades policiais neste país, que retiraram os agentes da autoridade dos policiamentos de rua, dos contatos com as populações, com a terceira idade e com crianças desprotegidas. NÃO BASTA QUE DE VEZ EM QUANDO VEJAMOS PASSAR A POLÍCIA DE CARRO. É preciso vê-los a pé, no meio das multidões, para quem precisar grite «Ó DA GUARDA» e eles oiçam o desespero e a solicitação. Não admira que os carros estejam podres. Ninguém sabe andar a pé! Fazem-se sensibilizações para o uso da bicicleta e a Polícia passeia de carro, faz os recados de carro e depois «escondem-se» nas esquadras! Apela-se ao novo Governo, através das mulheres, que se altere imediatamente este estado de degradação financeira, urbana e social.
As mulheres da nova maioria
* FORA COM MULHERES DO GOVERNO
* MULHERES SÃO PARA ESTAR EM CASA
* MULHERES A TRABALHAR SÓ TIRAM EMPREGO AOS HOMENS
* COMO SE PODE SER FELIZ QUANDO SE CHEGA A CASA A MULHER AINDA ESTÁ NO TRABALHO.
* COMO É POSSIVEL CHEGAR A CASA E NÃO TER O JANTAR FEITO
* COMO É POSSIVEL VESTIR UMA CAMISA SEM TER SIDO PASSADA A FERRO
* CALÇAR UMAS MEIAS COM BURACOS
* CALÇAR UNS SAPATOS E NÃO ESTAREM ENGRAXADOS
* SERÁ POSSIVEL QUE UM HOMEM TENHA AINDA QUE IR BUSCAR OS FILHOS AO INFANTARIO
* SERÁ POSSIVEL QUE AINDA TENHAMOS QUE ANDAR A MUDAR AS FRALDAS AOS PUTOS
* SERÁ POSSIVEL QUE TENHAMOS QUE FAZER UM JANTAR EM CONDIÇÕES, CASO CONTRARIO LÁ VEM A COMIDA ENLATADA
* VOU FAZER UMA PETIÇÃO NO FACE BOOK.
OBS: NÃO SEI VIVER SEM UMA MULHER EM CASA. OBRIGADO AOS MEUS PAIS POR ME TEREM FEITO HOMEM.
Impressionado...
Direi mais abismado com a experiência de Assunção Cristas, uma grande especialista em Agricultura, Mar, Ambiente e etc.
Ahahah
Eu vi um sapo...tralalalala...um grande sapo...tralalala...(só música estas notícias, e da boa)
Comentários 18 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub