Anterior
Dúvidas de uma página em branco
Seguinte
Cabra "fina" gosta de passear pelas ruas de Nova Iorque
Página Inicial   >  Blogues  >  Blogues Life & Style  >  A vida de saltos altos  >   As malas de luxo mais desejadas de sempre pelas mulheres
com fotogaleria e vídeos

As malas de luxo mais desejadas de sempre pelas mulheres

|
O modelo "Crocodile Kelly", da Hermès - em homenagem a Grace Kelly - está entre as malas mais caras do mundo: cerca de 12.500 euros

Uma das paixões das mulheres são as malas. Os homens nunca entenderam bem a razão pela qual nós, mulheres, adoramos tanto este acessório, ao ponto de estarmos dispostas a pagar muito por uma mala. Por vezes, até caro demais. Este é um mercado de luxo que não para de crescer.

A moda das malas começou já no final do século XIX, mas foi só por volta de 1920 que as carteiras, as bolsas ou os sacos se tornaram num item essencial no guarda-roupa de qualquer mulher.

Alguns fabricantes europeus têm já uma longa história na produção de bens de couro, como é o caso da HJ Cave & Sons , que foi fundada em 1839 e comercializa bens e acessórios de luxo. Em contrapartida, o negócio das malas de senhora ainda é relativamente recente na história de outras empresas, como na Louis Vuitton e na Gucci .

As malas mais caras do mercado são as da Hermès . O preço mínimo por uma peça desta marca é de 5 mil euros. A Hermès é conhecida por fabricar malas por encomenda e personalizadas ao gosto da cliente. Nalgumas capitais mais conhecidas do ocidente, as listas de espera para encomendar uma destas malas duram anos. Alguns modelos da Hermès são batizados com nomes de celebridades, como, por exemplo, as duas malas mais conhecidas da marca: a "Birkin", em homenagem a Jane Birkin, ou a "Kelly", em homenagem a Grace Kelly, que podem ser vistos na fotogaleria no final deste texto.

A Louis Vuitton, outro gigante das malas de luxo - apesar de se ter iniciado no comércio de baús de viagem empilháveis -, também não perdeu a oportunidade de fazer do mercado das malas de luxo de senhora uma verdadeira mina de ouro. Hoje, a marca é tão poderosa que as receitas são na ordem dos 2,5 mil milhões de euros. Por esta ser uma marca tão desejada no universo feminino, uma réplica quase perfeita da Louis Vuitton pode custar cerca de 400 euros. Parece surreal, mas é a mais pura das verdades.

O mesmo se passa com outras marcas igualmente famosas e poderosas neste mercado de luxo, como é o caso da Gucci, Chanel, Prada, Dior entre muitas outras.

Perante isto, há uma pergunta que todos nós fazemos: porque é que uma mala destas marcas de luxo é tão cara? A resposta pode estar na visita ao atelier do criador Marc Jacobs, diretor criativo da Louis Vuitton - também detentor da própria marca de malas de luxo Marc Jacobs , como mostra o vídeo que se segue.



Uma visita ao ateliê de Marc Jacobs parte I (em italiano, legendado em inglês)



Uma visita ao ateliê de Marc Jacobs parte II (em italiano, legendado em inglês)



Sejam as peles ou sejam os acabamentos especiais que tornam as malas de luxo exageradamente caras, o que interessa é que nós, mulheres, continuamos a sonhar e a querer ter uma mala de luxo. Por isso, deixo-vos um fotogaleria das malas de luxo mais elegantes e mais desejadas de sempre pelas mulheres.









Leia mais sobre as malas de luxo no blogue A Vida de Saltos Altos

A Vida de Saltos Altos em livro


Autoras: Ana Areal, Liliana Coelho, Paula Cosme Pinto, Sofia Rijo, Solange Cosme

Editora: Plátano (coleção Livros de Seda)

Preço: 11,80€ em loja, 10,62€ se for adquirido via site da Editora Plátano

Páginas: 158

ISBN: 9789727708598


Saiba mais sobre o livro:

Um livro lançado... em Saltos Altos (vídeo e fotogaleria)
Blogue mais feminino do Expresso chega às livrarias (vídeo)


A Vida de Saltos Altos no Facebook

A Vida de Saltos Altos também está presente no Facebook. Na página desta popular rede social qualquer um pode ser fã deste blogue. Clique para visitar.



A Vida de Saltos Altos no Twitter

A Vida de Saltos Altos é presença assídua no Twitter, onde estão todos os posts deste blogue. Junte-se às pessoas que aí nos seguem. Clique para visitar.



Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 1 Comentar
ordenar por:
mais votados
Partilhando a
...vida de blazer, o mesmo se passa com as malas. Com diferenças acentuadas no valor das peças, no conhecimento das marcas por parte das massas, por não serem tidas como moda e por não haver um mercado de réplicas. O mesmo se passa com a roupa, os sapatos e até com as publicações.

Já o relógio masculino, parece-me ser semelhante à mala feminina.
Comentários 1 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub