Anterior
XVIII Congresso do PS: Socialistas mudam de disco (vídeos)
Seguinte
Euromilhões: combinação vencedora
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   As faturas dos milhões que custaram os voos da CIA para Portugal

As faturas dos milhões que custaram os voos da CIA para Portugal

O Expresso consultou um processo que decorre num remoto tribunal americano e descobriu o rasto dos milhões gastos pela secreta americana nos voos CIA, incluindo o 'preço' de voos que aterraram em Portugal. Veja as facturas no documento pdf no fim do texto    

|

O Expresso revela, em exclusivo, na edição deste sábado, faturas de voos CIA (ver PDF no fim do texto) que passaram por Portugal - quanto custaram à administração americana e onde e quando aterraram.

A nossa reportagem teve ainda acesso às cartas do Departamento de Estado  que serviram de salvo-conduto às polémicas missões.

As faturas em causa fazem parte de um processo de 1700 páginas (consultado pelo Expresso) que decorre num tribunal do estado de Nova Iorque e que expõe os segredos do programa de voos CIA.

Há, ainda, descrições detalhadas de outros aspetos das viagens, como por exemplo o catering luxuoso a que os oficiais da secreta americana tinham direito.

No âmbito do trabalho, o Expresso recolheu ainda comentários de dois ex-directores da CIA e de um 'passageiro', que partiu de Guantanamo e passou por Portugal.


(Clique na imagem para ver o documento em formato PDF)





Escolha uma das opções para ler mais da edição do Expresso


Compre o Expresso na banca
Assine o Expresso no site
Aceda ao Expresso no iPad


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 20 Comentar
ordenar por:
mais votados
As guerras "boazinhas"
Um nosso aliado está em guerra… uma coisa que “suja” as mãos; ignora os pruridos; acrescenta um “i” à moral, havendo um único objectivo: a vitória por qualquer meio.

Mas há uns seres cândidos a acreditar que na actualidade, cada oponente tem nos “direitos humanos” um obstáculo à desumanidade.

Seres que “ignoram” uma guerra (à altura) passada em território nacional, em que – já que se fala a meios aéreos – muitos “turras” (talvez por falta de cuidado) caíam dos helicópteros. Objectivo: malvadez? Não. Simplesmente ganhar a guerra.

Aposto que esses seres cândidos, já várias vezes desejaram ter uma pistola para dar uma lição ao tipo que os ultrapassou provocatoriamente. E aposto também que nunca tiveram a sensação de ver uma metralhadora apontada à cabeça.

Gente cândida que vê a guerra pela TV.

Continuando: um aliado, num conflito e utilizando uma base “concedida”, vai dar satisfações da importância militar dos tipos que detêm. Isto na vida real e não nos Tratados para aliviar consciências. É como a convicção infantil da existência do Pai Natal.

Confunde-me a imaturidade de gente adulta. Será hipocrisia ou levam a sério o mundo cor-de-rosa que imaginam?

De algo tenho a certeza: caso suceda um acto terrorista em Portugal, perguntaremos com a angústia dos indefesos

“Onde estão os americanos?”

É a vida… e contestar a realidade com fantasiosos bons-costumes partidários, é o cúmulo do caricato
E a Ana Gomes não diz nada?
Re: E a Ana Gomes não diz nada?
Não paguem !!!

Os voos indicados, pelas datas constantes nas facturas, não existiram.

Durão, Portas e Santana, sempre recusaram tal coisa !!

Se pagaram, foram enganados !!
Re: Não paguem !!!
Re: Não paguem !!!
Re: Não paguem !!!
Re: Não paguem !!!
Eu não tenho bem a certeza mas parece-me que
ouvi dizer que os voos só eram autorizados a aterrar noa Açores se os prisioneiros estivessem de acordo. eheheheh
Re: Eu não tenho bem a certeza mas parece-me que
Pois!...mas então os repatriados pousaram na Base
das Lages, mas quando eram prisioneiros a caminho da cadeia, não pousaram em lado nenhum. Foram voos directos...abasteceram-se os aviões na lua...
A memória senhores, a memória
Sócrates autorizou em segredo a utilização da Base das Lajes

http://oanaogigante.blogs...
Re: A memória senhores, a memória
Re: A memória senhores, a memória
Passagens da CIA pelos açores
De qualquer modo, nas datas em que as faturas foram passadas e pagas estavam no governo Durão Barroso e depois Santana Lopes. Pelo menos nestas datas, tirem o cavalinho da chuva porque o Sócrates ainda não era PM. Este é um processo muito nebuloso que nunca há de ficar claro.
Alguem me explica...
Porque raio vão para tão longe torturar os prisioneiros?

Porque não os torturavam em solo americano?

Obrigado
Neste processo não existem "virgens puras"...
TODOS os governos deste país fizeram de conta que nos voos que utilizaram a base das Lages só viajavam pessoas e mercadorias de forma legal.
Os EUA são uma nação poderosa e não interessa levantar muitas ondas. Ontem, hoje e amanhã...
Quem pensar o contrário desiluda-se!
Já agora, repararam na confusão que vai por aí na aplicação do novo (e aberrante) acordo ortográfico?
Só nesta notícia aparece escrito "fatura" e "factura", numa salgalhada que não vai ter fim e acabará por condenar o Português a ser uma língua menor.
Voos CIA
Esses "MILHÕES" SÃO "peanuts"!... se te preocupasses com JORNALÍSMO a sério verias que as quantias envolvidas neste tipo de esquemas são de "uma enorminadade que pelos vistos nem te passa pela cabeça"....
Opinião dum estadunidense
Algumas pessoas não gostam desta guerra, mas a crua realidade é que há uma guerra. Por isso existem prisioneiros de guerra.

Se os documentos estão verdadeiros, quero saber a razão por o uso de voos contratados. Porque a CIA não tem suas próprias aviões? Ou porque não podem pegar duma avião militar emprestado do exército ou da força área? E porque gastam minhas rendas para muitos para muitos paradas?

Para username "Andre22," faturas para voos não mostram tortura. Parece que vocé tem uma opinião que já está formada. Nenhuma parte deste artigo fala da tortura. Os documentos mostram horários e voos. Não mostram o assunto deles.

'brigado!
Re: As faturas dos milhões que custaram os voos da
Uma questão que me parece muito pertinente neste caso pareticular; Os EUA não deram satisfação aos políticos portugueses e nem precisavam além de não serem objecto de vistoria (os aviões) os americanos não contam tudo, nem aos seus compatriotas, qaunto mais aos infímos tugas. Querem saber quem manda nos Açores? Tentem por os americanos de lá para fora! gostava de vêr!
Comentários 20 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub