Siga-nos

Perfil

Expresso

Arquivo

Passos repete que Governo pode ir além da troika

O líder do PSD frisou que «Portugal precisa voltar a criar uma onda de confiança nos mercados»

Alberto Frias

"Não queremos ser um peso para os nossos parceiros, nem mais um dia, nem mais um segundo", diz o líder do PSD. Passos Coelho garante um Governo o mais depressa possível.

Pedro Passos Coelho voltou a reafirmar hoje, em entrevista à agência de notícias Reuters, que o novo executivo pode ir além das metas acordadas  com a troika.

O líder do PSD frisou que "Portugal precisa voltar a criar uma onda de confiança nos mercados", explicando que tal só será possível se

começar por cumprir aquilo que foi acordado.

Passos Coelho garante que Portugal vai trabalhar o que for preciso e que o país não quer ser um peso para a Europa. "Não queremos ser um peso para os nossos parceiros, nem mais um dia, nem mais um segundo", disse.

Otimista quanto a acordo com o CDS

O primeiro-ministro eleito sublinhou que o seu Governo vai "apostar em mais concorrência, num processo de privatizações que seja transparente" e numa redução da dívida e despesa públicas sem por isso colocar em risco a coesão social.

Pedro Passos Coelho está otimista quanto às negociações com o CDS e promete que fará um novo executivo o mais depressa possível.