Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Pela estrada fora com o CDS-PP

Judite de Sousa arrasa na campanha

  • 333

"Garanto-lhe que nos próximos cinco anos vai ser candidata a alguma coisa!...", dizia Portas à jornalista

Jornalista distribuiu quase tantos beijos em Famalicão como Paulo Portas.

Filipe Santos Costa e Tiago Miranda, na estrada com o CDS-PP (www.expresso.pt)

As empregadas do Café Titanic, de frente para uma das entradas da feira de Famalicão, não se entusiasmam por aí além quando vêem entrar Paulo Portas no estabelecimento. Até que reparam na mulher loura, com um esfusiante blazer cor de laranja, que se põe ao balcão ao lado do líder do CDS.

"É a dra. Judite de Sousa!", exclama uma, entredentes. E abrem-se dois sorrisos radiosos de quem já ganhou o dia. E ainda nem eram nove da manhã. Portas assinala a diferença de tratamento. "A mim deu-me um bom dia, mas para ela, foi esse sorriso..." A mulher, meia escondida atrás da máquina de cafés, só tem olhos para a nova estrela da TVI. "Gosto muito de si! Não é para escovar, mas é uma boa jornalista!..." Paulo Portas não perde a oportunidade para uma provocação: "Vai descobrir uma vocação, Judite. Garanto-lhe que nos próximos cinco anos vai ser candidata a alguma coisa!..."

Dupla recebida em triunfo

Por uma manhã, Paulo Portas não foi a única vedeta da campanha do CDS. Na feira de Famalicão (que não fazia parte da agenda oficial de campanha, porque foi marcada apenas na véspera) Portas estava acompanhado apenas pela TVI e pelo Expresso e teve de dividir as atenções com Judite de Sousa. Foi uma dupla recebida em triunfo, com bombos e gaitas de foles atrás. A jornalista provou ser tão popular nas feiras como o presidente do CDS, e nem um nem outro regatearam beijinhos ao povo que os abordava. A contabilidade não é exata, mas Paulo Portas, mais rodado nisto, provavelmente beijou mais... Judite, por seu lado, recebeu o pedido mais insólito: "Ó sra. Dona Judite, quero pedir-lhe um favor. Eu tenho um cancro, como é que eu faço para ir à televisão?", perguntou-lhe uma mulher. "Escreva para a TVI", sugeriu a jornalista.

Portas e o "gostinho" das feiras

"Mas eu não estou em campanha, estou em reportagem!", justificava-se a diretora-adjunta da TVI a mais uma mulher. Paulo Portas não perdoa: "Ó Judite, a primeira vez que se vai a uma feira, pega-se o gostinho... Pode demorar uns aninhos, mas a Judite vai ter de tomar uma decisão...", insistia Portas. E seguiram para a feira seguinte, em Carvalhos, Gaia. Foi outro mergulho triunfal de Portas no meio do povo, ao bom estilo do velho Paulinho das Feiras. Muitas queixas sobre como "isto está mau", muitos insultos a Sócrates, porque "roubou as pensões", muitas promessas de votos. "Tire aquela desgraça de lá!", pediu-lhe um homem. "Vamos tirar!", prometeu Paulo Portas. Ao lado, uma mulher deslumbrava-se por ver Judite de Sousa mesmo à sua frente. "Ó dona Maria Elisa!..."