42
Anterior
CIP propõe medidas para reduzir despesa pública
Seguinte
Receitas turísticas sobem 12%
Página Inicial   >  Economia  >   Aprovado novo pacote de austeridade

Aprovado novo pacote de austeridade

Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros os decretos de lei que prevêem o aumento das taxas de IVA, da sobretaxa de IRS, IRC e a aplicação do imposto de selo ao crédito ao consumo. Clique para visitar o dossiê Aumento de Impostos

O Conselho de Ministros de hoje aprovou um pacote de medidas austeridade para acelerar a redução do défice orçamental de 9,3% para 7,3% em 2010.

Quanto à entrada em vigor da tributação adicional do IRS, o ministro explicou que formalmente as taxas incidirão sobre a totalidade do rendimento anual, mas será calculado no final o encargo adicional em apenas sete doze avos, "o correspondente a um esforço de sete meses". 
Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ AUMENTO DE IMPOSTOS
 
"Há um agravamento do IRS em 2010, que incidirá sobre a matéria coletável, e a essa é o rendimento anual do contribuinte", explicou, ressalvando que a questão da retenção na fonte será actualizada e essa sim, não precisará de esperar. 
 
Ou seja, em vez do imposto adicional ser de um ponto percentual, acrescido ao imposto fixado, a conta será feita a partir do total do rendimento no ano. 
 
A partir desse valor total de matéria coletavel, apenas 7 partes em doze (7 meses num ano) serão cobradas como essa sobretaxa. 
 
Na prática, os subsídios de férias e de natal sofrerão esse ajuste. Quem já recebeu o subsidio de férias não irá ser sujeitos às novas tabelas de retenção na fonte, mas quando entregar a declaração de IRS no próximo ano será feito o ajuste do valor dos 14 meses, como se fossem apenas 12.

Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 42 Comentar
ordenar por:
mais votados
Carga fiscal
Todas estas medidas só indiciam a grande falta de capacidade dos nossos governantes par resolver a crise. Há vários anos que a medida é sempre a mesma, o aumento de impostos, a perda de regalias adquiridas pelos trabalhadores e o aumento da despesa publica. O problema mais grave de tudo isto, é que o agravamento dos impostos só servem para pagar a divida publica, e não para vir a produzir riqueza a médio ou longo prazo. São investimentos a fundo perdido.
Sócrates:o cobrador de fraque
De pacote em pacote até ao clik final.
Re: Sócrates:o cobrador de fraque
Aprovem tudo
Até haviam de aprovar penas pesadas de cadeia efectiva para os maus governantes.
E obrigados a multas pesadas.
PORREIRO, PÁ!
Somos o novo protectorado da Alemanha. O controlo q a Alemanha irá d agora em diante exercer sobre o país é uma crescente realidade. No Conselho da Europa já somos vistos como um povo a necessitar d acompanhamento e orientação permanente… uma boa dose de colonialismo não deixa tb d ser saudável para um país d gente tão cheia d certezas. A culpa do estado a q se chegou é d quem nos governou e tem governado ou seja essencialmente do PS q não consegue interpretar o real estado do país. A situação há muito q é preocupante. Inúmeras análises foram feitas alertando p o descalabro q se ia construindo alegremente. Os jornalistas, esses receiam criticar e pouquíssimos ousam analisar e apontar o dedo a um Estado q vive numa lógica d Dona Branca, vai pedindo emprestado para pagar juros e empréstimos contraídos a outros. Hoje já ninguém acredita em Portugal. Por muito q se esforcem e prometam pagar altos e bons juros o país é tido como alguém descontrolado q não sabe ter dinheiro. O Estado social tão querido pela esquerda e q tantos apoiantes tem - o q o pessoal gosta é de ter coisas á borla – vai ter q ser reformado. De imediato para pior e com o tempo só os q realmente necessitam é q receberão ajudas. A factura é grande e pesada e agora tem q ser paga. A espiral psicadélica d Sócrates vai descredibilizar ainda mais o país – CONFESSO Q TEMO O PIOR - e as primeiras vitimas irão ser a banca nacional q face ao esforço a q será sujeita NÃO resistirá ás investidas exteriores.
Re: PORREIRO, PÁ!
Aprovado novo pacote de austeridade
Acabou o regabofe e agora é a sério, pois o merceeiro já está a bater à porta para cobrar a dívida. No mínimo já lá vão 20 anos que tenho andado a ouvir que em termos colectivos estamos a gastar o que não produzimos. De qualquer maneira se a festa pudesse continuar temos de admitir que seria um sonho lindo, que para alguns não vai terminar, pois já alcançaram reformas douradas, mas que para outros virou pesadelo.
O que Sócrates conseguiu!
Conselho de Ministros
O tão apregoado Conselho de Ministros constituíu uma mão cheia de nada.
É caso para dizer que a montanha pariu um rato.
Ou melhor pariu um amontoado de impostos.
Sobre o lado das DESPESAS, nem uma palavra !
É que as empresas do regimen e os BOYS estão ÀLERTA!
Se este governo auferisse Prémios ou Bónus, deviam ser-lhes retirados todos e ainda por cima penalizados!
O que nos vale, é que tudo indica que o fim de ciclo está mesmo a chegar, para bem da maioria dos portugueses.
Claro, que alguns "beneficiados" ficarão a perder...
Venha um melhor Governo e melhores tempos !
O que é demais, CANSA !
Re: Conselho de Ministros
Re: Conselho de Ministros
Re: Conselho de Ministros
A austeridade possível?
Sempre a mesma receita, aumento de impostos directos e indirectos, aumento da canga fiscal sobre os portugueses, para alimentar um estado que teima em não emagrecer e já come mais de metade da riqueza produzida em Portugal!
Como é isto possível? Até 2013 a economia já débil e moribunda vai contrair ainda mais devido aos efeitos do aumento de impostos que reduz o rendimento disponível e logo o agregado da procura interna e reduz as intenções de investimento dadas as fracas perspectivas de mercado e dado o significativo encarecimento do crédito bancário que aliás já escasseia por imposição das condicionantes externas. Não tenhamos ilusões...vivemos acima das nossas possibilidades durante mais de uma década, a dívida externa (acelerada por sucessivos defices da balança de transacções correntes) já vai nos 275% do PIB !!! Por outro lado na altura do "crédito barato" empresas e famílias endividaram-se "à tripa forra" sem qualquer critério e senso de equilíbrio e as consequências estão à vista de toda a gente, apesar dos esforços do engenheiro relativo para varrer os problemas para baixo do tapete...
A sistemática desorçamentação dos Xicos espertos
Falando do corte da despesa pública, o governo mais uma ficou muito aquém do que poderia ter feito, por medo e falta de coragem política que só existe nos grandes lideres competentes e carismáticos. São inúmeros os exemplos de estruturas do Estado que funcionam como meros centros de custo na periferia do OGE. Querem exemplos?
369 Empresas Municipais! 537 Empresas Públicas! 631 Fundações do Estado ! 298 Associações de Interesse Público! Será que Portugal precisa de toda esta mega estrutura pendurada no orçamento?
Além disso existem cerca de 59 PPPs em exploração com todas as garantias do Estado e 87 PPPs em lançamento garantidas pela segurança do Estado. Aqui temos exemplos bem concretos de uma sistemática desorçamentação que contribuirá - não tenhamos dúvidas -para gerar ainda mais dívida pública!
Chega, ou é preciso fazer um desenho ?!
Re: A sistemática desorçamentação dos Xicos espert
Re: A sistemática desorçamentação dos Xicos espert
novo pacote de austeridade
A levar no "Pacote", parece que já andamos há muito.
Seja com este ou com outros Governos.
Espero que tenham juízo, e não nos ponham todos com incontinência!
Vergonha
Li todos os comentários e todos tem razão. Realmente assim é fácil controlar a despesa, aumentasse os impostos que o tuga paga, não era suposto acabar com a despesa? Eu na minha empresa é o que faço, quando não consigo facturar para a despesa tenho de acabar com ela. Quando consigo aumentar a facturação e a despesa é reduzida já posso meter dinheiro ao bolso. Os gajos não podiam fazer o mesmo? Acabar com tantos mamões que tem lá no governo, funcionarios publico ao pontapé que não fazem a ponta de um corno em que todos juntos não valem um, a mamar a reforma por inteiro, quando um trabalhador normal só apanha 80% ou menos. A defesa o € que leva todos os anos. A saude, as finanças, pessoal que trabalha sem objectivos, quer façam pouco ou muito o ordenado é sempre o mesmo. POR FAVOR façam q coisa antes que seja tarde.
Austeridade
Este pacote de austeridade, é bom que se saiba que não foi aprovado por vontade do governo, MAS POR IMPOSIÇÃO DA ALEMANHA !
Ao ponto a que chegamos, ter de cumprir ordens de um País estranho !
Puseram-se a jeito...
Governo
Na pasta das Finanças reina grande instabilidade.
Um Secretário de Estado foi desmentido pelo Primeiro Ministro e outro METEU BAIXA".
Este governo, quer queira queiram quer não está mesmo na ponta final !
Está em fim de estação.
A descoordenação e a desorientação são sinal disso.
José Sócrates está a perder o elan que o caracterizou inicialmente e o seu próprio Partido já o contesta, mesmo públicamente.

Deixo uma dica
O que todos os partidos sempre souberam, mas que nhenhum teve a ousadia de tocar:

Existe como que um pacto secreto entre partidos, que regula as mordomias e benesses dos "que servem" o Estado. É notório na Assembleia quanto ao número de deputados, no que respeita ao financiamento aos partidos, na contagem do tempo para a reforma, nos subsídios de milhões quando deixam o "trabalho" de deputados, recebido a título de reintegração, etc. etc.

In http://pimentanegra.blogs...
Cada ministro deste e de outros governos tem, para seu serviço pessoal e sob as suas ordens directas, uma média de 136 pessoas (entre secretários e subsecretários de estado, chefes de gabinete, funcionários do gabinete, assessores, secretárias e motoristas) e 56 viaturas,apenas CINCO vezes mais que no resto da Europa.
Austeridade?
Como pode haver austeridade num país se o próprio governo a fomenta?
Trabalho numa empresa do estado onde não á matéria prima para se trabalhar?
Acesso ao TGV
Espero que a nova carga fiscal chegue para comprar uma manada de burros para podermos ir apanhar o TGV ao Poceirão.
Re: Acesso ao TGV
Re: Acesso ao TGV
Comentários 42 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub