Expresso 40 Anos
  • Patrocinadores Oficiais:
  • patrocinadores
  • Com o Apoio:
  • patrocinadores
Anterior
Espreite dez das muitas fotos da primeira Revista especial dos 40 anos ...
Seguinte
Espreite dez das muitas fotos que fazem a segunda Revista especial dos ...

Anos 1983-92 em Revista especial para guardar, no sábado

A Revista do próximo sábado, dia 16, é a segunda de quatro edições especiais nas quais publicamos, num extenso portfolio, os acontecimentos mais marcantes das últimas quatro décadas, desde a fundação do Expresso. Desta vez, é analisado o período 1983-1992.
|

O que de mais importante se passou em Portugal e no mundo na segunda década de vida do Expresso (de 1983 a 1992) é o tema único da Revista do próximo sábado, dia 16. Uma Revista especial com centena e meia de páginas, nas quais publicamos as imagens dos grandes acontecimentos desse período, selecionadas por Alberto Frias, ex-editor de fotografia e atual fotojornalista do Expresso, legendadas e contextualizadas por Paulo Paixão.

Nesta edição especial publicamos também crónicas alargadas de Miguel Sousa Tavares e de Rui Ramos, nas quais fazem a análise do período em causa. Os cronistas residentes José Quitério (À Mesa) e João Paulo Martins (Vinhos) analisam, respetivamente, um restaurante e vinhos que se destacaram nessa altura.

As outras duas crónicas habituais da Revista - a de Clara Ferreira Alves e a do Comendador Marques de Correia - são, também, dedicadas à década que vai de 1983 a 1992.

Esta edição especial é publicada quando faltam 30 semanas para as comemorações dos 40 anos do Expresso. Quando faltarem 20 semanas será publicada uma nova Revista especial, abrangendo o período 1993-2002; e quando faltarem 10 semanas publicaremos a última revista especial, relativa ao período de 2003 até à atualidade.

Com estas quatro Revistas, os leitores ficarão com um pequeno "compêndio de História" no qual - em cerca de 600 páginas de fotografias, comentadas e contextualizadas - estará o que de mais importante se passou em Portugal e no mundo nos últimos 40 anos.






Opinião


Multimédia

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.


Comentários 1 Comentar
ordenar por:
mais votados
Re: Anos 1983-92 em Revista especial para guardar,
Acho esta iniciativa bastante interessante, no entanto tenho imensa pena de não ter conseguido comprar logo a 1ª revista, alguem me poderá dizer como posso adquiri-la?
Comentários 1 Comentar

Últimas

Ver mais
Multimédia Expresso 40 anos
Confronto. A organização da mesa não foi inocente: do lado esquerdo os dois políticos (José Pacheco Pereira e Rui Rio), do direito os jornalistas (Miguel Sousa Tavares e Henrique Monteiro), separados por um moderador, José Azeredo Lopes, que não deixou de tomar posição

Haverá jornalismo sem jornais?

José Pedro Castanheira (texto), Rui Duarte Silva (foto) 

O jornalismo e o papel dos 'media' foram discutidos com paixão, no Porto, no final das comemorações dos 40 anos do Expresso.

mais
A gestão cultural, as obrigações do Estado, a importância da Cultura e aquilo que a distingue das outras indústrias foram temas que animaram a conferência "Cultura e Criatividade - Investir Mais É Uma Boa Ideia", que decorreu no Auditório da Universidade de Évora

É urgente gerir bem a cultura

Alexandra Carita 

O que faz falta à Cultura? Financiamentos maiores, novos modelos de gestão, clarificação de obrigações e desenvolvimento sustentável.

mais
Turismo à mesa. O excesso de oferta face à procura em Portugal, a promoção de dormidas ilegais e as estratégias de promoção foram temas que animaram a conferência “Turismo — tanto para oferecer, tanto para fazer”, reuniu Pedro Costa Ferreira, Cristina Siza Vieira, Francisco Pinto Balsemão, Bernardo Trindade e Mário Ferreira à mesa da conferência que decorreu no Teatro Baltazar Dias, no Funchal

Conferência Expresso 40 anos no Funchal: Desafios do Turismo

Conceição Antunes 

Ir além da Primavera Árabe. Crescimento com futuro, não só à custa da crise no Egito, Turquia e Tunísia, foi o mote da conferência no Funchal.

mais
A nova agricultura. Sector paga, em média, abaixo dos €700, dificultando a atração de trabalhadores. A necessidade de conhecimento científico tem trazido mais quadros para as empresas agrícolas e o trabalho braçal tem cedido lugar às novas tecnologias

O maior "mito" da Agricultura

Joana Madeira Pereira  

Conferência Expresso em Ponta Delgada: Portugal tem bons terrenos e clima excecional, mas não tem capacidade para ser autossuficiente na agricultura e nas pescas.

mais
Os perigos das novas tecnologias. Francisco Pinto Balsemão moderou o debate e no final manifestou alguma preocupação com o uso indevido das novas tecnologias em ataques à privacidade dos cidadãos

O milagre da nuvem digital

João Ramos 

As mais pequenas empresas já podem ter acesso a programas informáticos que só eram acessíveis as grandes companhias

mais
O acidente nuclear e Fukushima, no Japão, empurrou esta tecnologia para o fundo das opções energéticas. As renováveis ganham mais força, mas o gás de xisto pode baralhar tudo

Nuclear? Agora não, obrigado

Vitor Andrade 

O futuro da energia. Nem o petróleo vai acabar, nem o nuclear será abandonado. Mas as renováveis continuam a conquistar terreno.

mais
O Teatro Viriato, em Viseu, encheu durante o debate “Educação: a base de tudo o resto?”, que juntou  dois ex-ministros da Educação e foi moderado por Francisco Pinto Balsemão

"A Educação está entre o atraso e o futuro"

Isabel Leiria 

Depois de décadas de estagnação, os resultados melhoraram na Educação. na Conferência Expresso em Viseu falou-se do que falta fazer.

mais
O acidente nuclear e Fukushima, no Japão, empurrou esta tecnologia para o fundo das opções energéticas. As renováveis ganham mais força, mas o gás de xisto pode baralhar tudo

Região Centro pode dar um salto tecnológico

Virgílio Azevedo 

A criação de um corredor de alta tecnologia entre Aveiro, Coimbra, Cantanhede e Covilhã foi proposta na conferência do Expresso.

mais
A mesa do painel reunido pelo Expresso em Braga foi moderada por Francisco Pinto Balsemão e  debateu a a situação demográfica do país a partir do mote contido na pergunta: “Cada vez menos e mais velhos—Como inverter a tendência?”

O futuro está a ficar cada vez mais velho

Valdemar Cruz 

Demografia Especialistas defendem que só uma sociedade mais amiga da paternidade melhorará as taxas de fecundidade.

mais
Debate. Os oradores e Francisco Pinto Balsemão, presidente do grupo Impresa e moderador da conferência "Saúde e Segurança Social: o Estado pode continuar a tratar de nós?", segunda feira, em Coimbra no âmbito das comemorações dos 40 anos do Expresso

Tratar o Estado para o Estado tratar de nós

Vera Lúcia Arreigoso 

Conferência Expresso em Coimbra: especialistas em Saúde e Segurança Social defendem que o país só pode continuar a dar proteção se curar as doenças de que sofre.

mais
PUB
PUBLICIDADE
Últimas  Expresso 40 anos
Os nossos leitores

Que notícia gostava que o Expresso publicasse daqui a 40 anos?

24

Deixe aqui a sua sugestão de notícia para o futuro.