Álvaro Santos Pereira encerra Energia de Portugal

O ministro da Economia e do Emprego e Francisco Pinto Balsemão encerram a cerimónia do investment pitch, depois de se saber que a equipa vencedora do pitch foi a Ostra Lusa.

|
Álvaro Santos Pereira encerra Energia de Portugal

A Ostra Lusa foi a equipa vencedora do Investment Pitch do Energia de Portugal: os investidores consideraram a equipa que irá fazer uma "maternidade de ostras portuguesas" realizou a melhor apresentação. Mas o presidente do Grupo Impresa deu os parabéns a todas as equipas que chegaram à final no encerramento da iniciativa, salientando que "são uns privilegiados", porque apesar de terem chegado à sessão com os investidores por mérito próprio, puderam usufruir da oportunidade de criar uma startup com um modelo, que não existia quando criou o Expresso. Tal como também não existia a possibilidade de apresentar ideias de negócio a um conjunto de investidores de peso, como o que foi possível reunir hoje no auditório da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa. "Nesta plateia estão 50 milhões de euros", disse Francisco Pinto Balsemão, destacando que uma das principais virtudes do Energia de Portugal foi permitir que houvesse este encontro "entre pessoas a caminhar na senda do empreendedorismo e investidores com vontade e capacidade de as ajudar".

Na sua intervenção, Álvaro Santos Pereira enalteceu o espírito empreendedor dos portugueses, que permitiu que Portugal tivesse sido um dos países mais bem sucedidos na Europa nos últimos 60 anos. "Não precisamos de inventar a roda, mas apenas de fazer aquilo que fizemos bem nos últimos 60 anos, para nos ajudar a ultrapassar os dias difíceis que estamos a viver", referiu. Mas para isso, destacou o ministro da Economia e do Emprego, é preciso muito trabalho e determinação, "e o Estados tem estado a libertar as condições para criar um ambiente mais favorável ao empreendedorismo".

1 Comentários
Página 1 de 1

ordenar por:
▼ mais votados
Sr Ministro
Não deve cessar de dar energia ao povo, pois este bem necessita dela para suportar tanta pancada.