20 de abril de 2014 às 1:37
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Alto do Pina vence Marchas Populares de Lisboa (vídeo)

Alto do Pina vence Marchas Populares de Lisboa (vídeo)

A marcha do Alto do Pina venceu as Marchas Populares de Lisboa com 152 pontos, seguida de Alfama e da Madragoa. (Vídeo SIC no fim do texto)
Lusa
Marchas populares passaram pela Avenida da Liberdade Paulo Cordeiro/Lusa Marchas populares passaram pela Avenida da Liberdade

A marcha do Alto do Pina venceu as Marchas Populares de Lisboa com 152 pontos, seguida de Alfama (150) e da Madragoa (143), informou hoje a organização.

Nas classificações por categoria, a marcha do Alto do Pina venceu ainda o melhor desfile na Avenida da Liberdade e, juntamente com as marchas de Alfama e da Mouraria (14.º), o melhor figurino, informa, em comunicado, a empresa municipal responsável pela animação cultural da cidade.

Beato venceu melhor coreografia


A marcha do Beato, que ficou em 8.º lugar na classificação geral, venceu na categoria de melhor coreografia, enquanto Alfama e Castelo (5.º lugar) tiveram a melhor cenografia.

A melhor letra foi para a marcha do Bairro Alto (7.º lugar) enquanto a marcha da Bica (6.º lugar)  venceu na categoria de melhor composição original e, juntamente com a marcha da Madragoa, na de melhor musicalidade.

Na classificação geral, a marcha de Marvila ficou em 4.º lugar, S.Vicente no 9.º, Graça no 10.º, Carnide no 11.º, Campolide no 12.º, Alcântara e Santa Engrácia no 13.º, Olivais no 15.º, Penha de França e Belém no 16.º, Bela Flor no 17.º e Baixa no 18.º.

Passaram 22 marchas pela Avenida da Liberdade


Lisboa viveu no domingo um dos seus dias mais animados, a véspera do Santo António. O ponto alto do dia foi o desfile das 22 marchas populares na Avenida da Liberdade.

As marchas da Baixa, Beato, Belém, Campolide, Marvila, Castelo, Mouraria, Penha de França, Graça, Carnide, Santa Engrácia, Bairro Alto, Bica, Olivais, São Vicente, Madragoa, Bela Flor, Alto do Pina, Alfama e Alcântara competiram entre si para eleger o melhor desfile da cidade.

Pela avenida passaram também, fora de concurso, as marchas dos Mercados e Infantil, organizada pela Voz do Operário.


Comentários 2 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Para o ano há mais, se a troika gostar de sardinha
Oxalá.
VIVA AS MARCHAS! VIVA!
Tenho um grande apreço por este evento. Quando o carnaval entre nós se transformou numa macaqueação ridícula do carnaval brasileiro, apesar da diferença de climas (até doi ver o frio que aqui apanham as raparigas seminuas, enquanto no Rio o que custa é ter rpupa no corpo) as marchas populares de Lisboa, mais coisa menos coisa, conservam o seu sabor popular genuíno. Durante meses as pessoas dos bairros mobilizam-se, dão gratuitamente o seu tempo e o seu esforço, ensaiam vezes sem conto para apenas um (1) desfile. Por bairrismo, por amor da festa. É certo que a CML contribui muito, tem um orçamento especial para as marchas, mas isso não tira nada ao mérito do trabalho e da união popular. Andam ali, ombro a ombro, pessoas de várias classes e condições e as diferenças apagam-se porque o espírito é o mesmo. Fazer uma festa com alegria, apresentar o melhor desfile. E é um grande orgulho ganhar porque é o prémio justo do melhor esforço, do mais bem conseguido. Viva, portanto a marcha do Alto do Pina que ganhou este ano. Mas Alfama, madragoa, mouraria, etc, vão-se esmerar para o ano. Por isso Digo . VIVA AS MARCHAS! VIVA!
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub