Siga-nos

Perfil

Expresso

Alertas Expresso

Custos do Túnel do Marquês derraparam 40%

Tribunal Arbitral compensa a Construtora do Tâmega e a CME Construções pela suspensão dos trabalhos decretada judicialmente em 2004

Fernando Diogo

A Câmara Municipal de Lisboa perdeu no Tribunal Arbitral e vai ter de indemnizar o consórcio construtor do Túnel do Marquês no montante de 17,8 milhões de euros, em larga medida como forma compensação dos atrasos induzidos pela providência cautelar interposta por José Sá Fernandes, actual vereador do BE na equipa de António Costa. A emblemática obra de Pedro Santana Lopes derrapou 40% nos custos e o preço final deverá situar-se nos 27 milhões de euros.

Leia mais na edição do Expresso na banca ou clicando aqui, onde a edição da banca está disponível para assinantes a partir das 00h01 de sábado