23 de abril de 2014 às 23:57
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Atualidade  ⁄  Bento XVI em Portugal  ⁄  Agenda da visita do Papa a Portugal definida

Agenda da visita do Papa a Portugal definida

Entre 11 e 14 de Maio, Bento XVI visita Portugal. Além da presença em Fátima, o Papa celebra mais duas missas ao ar livre no Terreiro do Paço, em Lisboa, e na Av. dos Aliados, no Porto. Clique para aceder ao índice do dossiê Bento XVI em Portugal
Lusa
O Papa vai visitar Portugal em Maio Pier Paolo Cito/AP O Papa vai visitar Portugal em Maio

Clique para aceder ao índice do dossiê Bento XVI em Portugal
O Vaticano divulgou hoje o programa definitivo da visita do Papa Bento XVI a Portugal, entre 11 e 14 de Maio, viagem apostólica que decorre no 10.º aniversário da beatificação dos videntes Francisco e Jacinta Marto.

De acordo com o programa, enviado pelo porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, padre Manuel Morujão, Bento XVI sai de Itália às 8h50 de dia 11, do aeroporto internacional Leonardo da Vinci, Roma, prevendo-se a chegada ao aeroporto de Lisboa às 11h, onde ocorre o acolhimento oficial e Bento XVI faz um discurso.

Às 12h45, em frente ao Mosteiro dos Jerónimos, realiza-se a cerimónia de boas vindas e, logo depois, o Papa efetua uma breve visita ao monumento, seguindo-se a visita de cortesia ao Presidente da República, Cavaco Silva, no Palácio de Belém, às 13h30.

Ao final do dia, às 18h15, o Papa preside a uma missa no Terreiro do Paço, onde vai proferir a homília. Nesta celebração vai ser lida uma mensagem de Bento XVI comemorativa do 50.º aniversário da inauguração do Santuário de Cristo Rei, de Almada.

No segundo dia de visita a Portugal, 12 de Maio, ainda em Lisboa, o Papa participa numa missa, em privado, na capela da Nunciatura Apostólica, às 07h30.

Pelas 10h00, Bento XVI encontra-se com o mundo da cultura, no Centro Cultural de Belém, onde discursa. Duas horas mais tarde, tem um encontro com o primeiro ministro, José Sócrates, na Nunciatura Apostólica, local de onde Bento XVI se despede às 15h45.

O Papa deixa Lisboa às 16h40, seguindo de helicóptero, do aeroporto internacional da Portela para Fátima, onde chega às 17h10 ao heliporto do parque do novo estádio municipal. Vinte minutos depois, Bento XVI visita a Capelinha das Aparições, onde faz uma oração.

Pelas 18h00, o chefe de Estado do Vaticano participa na celebração das vésperas com sacerdotes, diáconos, religiosos e religiosas, seminaristas e agentes de pastoral na Igreja da Santíssima Trindade, onde vai discursar.

Um novo discurso de Bento XVI está programado para a cerimónia da bênção das velas no Santuário de Fátima, a partir das 21h30.

No dia 13, o Papa preside, a partir das 10h00, à missa que encerra mais uma peregrinação internacional do Santuário de Fátima, onde profere a homília e saúda os peregrinos.

No final das celebrações, às 13h00, Bento XVI almoça com os bispos de Portugal e com o séquito papal na Casa de Nossa Senhora do Carmo, no Santuário de Fátima.

Bento XVI encontra-se depois, às 17h00, na Igreja da Santíssima Trindade, com as organizações da pastoral social, onde discursa, o mesmo sucedendo no encontro com os bispos nacionais às 18h45, na Casa Nossa Senhora do Carmo.

Bento XVI despede-se da Casa Nossa Senhora do Carmo, onde vai ficar alojado, às 08h00 de dia 14, seguindo para o heliporto de Fátima onde o aguarda o helicóptero que, 40 minutos mais tarde, o vai transportar para o Porto.

O Papa chega ao heliporto do Quartel da Serra do Pilar pelas 09h30 e às 10h15 está na Avenida dos Aliados, onde decorre uma missa na qual vai igualmente proferir a homilia.

A cerimónia de despedida está agendada para as 13h30, no aeroporto internacional Sá Carneiro, onde Bento XVI faz o último discurso em Portugal.

A partida do avião que levará Bento XVI para Roma está prevista para as 14h00, prevendo-se a chegada ao aeroporto de Ciampino, Roma, pelas 18h00.

Comentários 44 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Será verdade uma noticia que circulou que
Cavaco Silva estará presente em todas as missas?...
Re: Será verdade uma noticia que circulou que Ver comentário
Não será uma optima oportunidade na pré-campanha Ver comentário
Re: Não será uma optima oportunidade na pré-campan Ver comentário
Como garante da Constituição de um País laico Ver comentário
Re: Como garante da Constituição de um País laico Ver comentário
Re: Será verdade uma noticia que circulou que Ver comentário
Laicidade, pois claro! Ver comentário
A pressa do Papa
Qual era a pressa de divulgar a visita do Papa, mesmo em cima da discussão do PEC ,na Assembleia, e em antevéspera da eleição da novo lider do PSD?
O meu caro Àguiadois esqueceu-se de mencionar Ver comentário
Re: O meu caro Àguiadois esqueceu-se de mencionar Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
Re: A pressa do Papa Ver comentário
A IMPRODUTIVIDADE gerada com a vinda do Papa.

A estadia do Papa em Portugal de 11 a 14 de Maio, ou seja entre uma 3ª. Feira a 6ª. Feira, num período alargado de 4 dias úteis (quase uma semana) será certamente um acontecimento do agrado dos católicos, nas que na realidade, irá contribuir significativamente para o aumento exponencial da IMPRODUTIVIDADE no país, com os milhares de pessoas a circularem ociosamente pelos locais do acontecimento, desde a chegada à partida do Papa.

E assim Portugal vai empobrecendo alegremente.

Re: tens toda a razão ... e o Relatorio da Fitch? Ver comentário
Re IMPRODUTIVIDADE APLICA-SE À SUA FAMILIA. Ver comentário
Re: Re IMPRODUTIVIDADE APLICA-SE À SUA FAMILIA. Ver comentário
Re: A IMPRODUTIVIDADE gerada com a vinda do Papa. Ver comentário
Re: A IMPRODUTIVIDADE gerada com a vinda do Papa. Ver comentário
Re: A IMPRODUTIVIDADE gerada com a vinda do Papa. Ver comentário
aukistuxego...
O jornal New York Times noticia que altos responsáveis do Vaticano, incluindo o Papa Bento XVI não afastaram um padre norte-americano que terá abusado de 200 rapazes surdos de um prestigiado colégio dos Estados Unidos, apesar dos repetidos alertas feitos por vários bispos do país.

O jornal cita ficheiros da Igreja que foram revelados no decurso de um processo judicial encontrados em cartas trocadas entre bispos e o então Cardeal Bento XVI.

De acordo com o New York Times as cartas mostram que perante a insistência dos bispos norte-americanos para que

o padre suspeito fosse afastado, Ratzinger elegeu como prioridade proteger a Igreja do escândalo.

Estes documentos surgem nos Estados Unidos num momento em que o Papa enfrenta acusações de que ele e alguns subordinados fecharam os olhos a abusos cometidos na Alemanha quando Ratzinger era neste país arcebispo.
Aukisto, andas distraído… Ver comentário
Dogmas
Portugal continua muito longe de ser um estado laico.A influência da Igreja católica apostólica romana é bem patente ao mais alto nível.
Re: Dogmas Ver comentário
Re: Dogmas Ver comentário
Re: Dogmas Ver comentário
Para se manter informada(o)
Mais um para o sacanço com luvas brancas
.....
Pope forgives molested children
Abençoados os pobres de espírito... :-))

http://www.theonion.com/a...
O
Papa que venha e tenha uma boa estadia, é o que lhe desejo. Mas se está a contar comigo para o acompanhar, quer através da televisão, quer nos mais diversos locais por onde vai passar, pode tirar daí o sentido. Sou Cristão mas não obedeço a qualquer rito religioso, pelo que, para mim, o Papa não constitui nada de relevante em matéria de orientação religiosa. Para orar? Faço-o em qualquer lugar; quanto à orientação? Até ao momento tem-me chegado a leitura e consulta da Bíblia; ser coerente? Ser, obstinadamente, Cristão todos os dias, com todos os que me rodeiam. Mas também digo: se todos os que vão estar aos magotes a aplaudi-lo se detivessem seriamente a analisar tudo o que é crime contra a humanidade,e contradição, que em sucessivos séculos tem emanado desta Igreja,certamente seriam muito poucos os que lá estariam. É fácil constatar os sucessivos anacronismos de que a Igreja Católica padece : eles estão na justa medida dos sucessivos pedidos de desculpa que os últimos Chefes da Igreja Católica têm feito.
este Papa, não !!! Ver comentário
Re: este Papa, não !!! Ver comentário
Caridade em Verdade
Com muita pena minha, dado que vivo no estrangeiro, não vou poder estar presente nesta visita. No entanto, vou acompanhá-la nas notícias e em oração.
Aproveito para aconselhar a quem ainda o não fez, a leitura da última Encíclica do Papa, Caridade em Verdade: é uma encíclica, como este Papa já nos habituou, de enorme profundidade e beleza e que pode ser encontrada em Português em: http://www.vatican.va/hol... 29_caritas-in-veritate_po.html
Aproveito para destacar um excerto que me tocou particularmente: "A caridade dá verdadeira substância à relação pessoal com Deus e com o próximo; é o princípio não só das microrelações estabelecidas entre amigos, na família, no pequeno grupo, mas também das macrorelações como relacionamentos sociais, económicos, políticos."
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub