Anterior
Trump volta a equacionar candidatar-se em 2012
Seguinte
Incêndio no Hospital de Portimão obriga à transferência de doentes
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Afeganistão: EUA vão "continuar a pressionar"

Afeganistão: EUA vão "continuar a pressionar"

Apesar da queda de um helicóptero no fim-de-semana que provocou 38 mortos, Barack Obama disse hoje que os militares vão prosseguir o "duro trabalho" e "ser bem sucedidos".
As tropas norte-americanas estão a intervir no Afeganistão desde 2001
As tropas norte-americanas estão a intervir no Afeganistão desde 2001 / Rodrigo Abd/AP

O Presidente Barack Obama disse hoje que os Estados Unidos vão "continuar a pressionar" e vão "ser bem sucedidos" na sua missão no Afeganistão, apesar do derrube de um helicóptero no fim-de-semana que provocou 38 mortos.

Em declaração a jornalistas, Obama referiu que o incidente revela os riscos que os militares norte-americanos enfrentam diariamente. No entanto, assegurou que as tropas deslocadas no Afeganistão vão prosseguir o "duro trabalho" de impedir que o país se torne num "abrigo" para as redes terroristas, e ainda preparar os afegãos para que se responsabilizem pela sua segurança.

A queda de um helicóptero no sábado vitimou 30 militares norte-americanos, no mais grave incidente militar dos Estados Unidos em dez anos de intervenção no Afeganistão. Entre os mortos incluem-se 22 comandos navais, tropas da Força Aérea e a tripulação, para além de oito soldados afegãos que também seguiam no aparelho.

 


Opinião


Multimédia

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados
falidos...
...mas vão continuar a pressionar.
God Bless America
Que tanga!!
De vitória em vitória até à derrota final!!

Que seja rápido.
Pois, já dizia o camarada Brejnev...
És como uma pedra, José
José Pasternak - És cego como um calhau! És daqueles idiotas que assim nascem, assim vivem e jamais aprenderão com os factos que evidencianm os teus equívocos. Acredita que lamento por ti; deve ser doloroso viver amarrado a crenças e dogmas que são constantemente contrariados pela realidade. O teu mundo desmorona-se diante dos teus olhos e tu recusas-te a ver; pior do que isso, desmentes a realidade como se fosses (és) um autista, bloqueado em ideias fixas, imcapaz de perceber o mundo à tua volta.
Pobre José, não sei como posso ajudar-te para alem destas advertências. A culpa não será toda tua. Medita naquilo que te deixo dito aqui. Faz um esforço para usar mais e melhor a tua pouca razão (racionalidade). Às vezes acende-se um click no nosso cérebro quue nos faz ver claro aquilo que antes viamos escuro. O teu problema é que nunca te acontecem estes clicks, mas faz uma esforço de introspecção, admite o quanto tens sido estúpido até aqui e tenta revoltar-te contra essa tua natureza. Se um dia o conseguires fazer e passares a perceber que és mais ignorante que o mais ignorante dos mortais, perceberás o significado da famosa expressão de Sócrates (o de Atenas): «Quanto mais sei, mais sei que nada sei»
Boa tarde, José.
Ó Jaime, toma lá a resposta e...
Ó Jaime, és casmurro que nem uma porta
Tira as palas ideológicas que te tolhem a visão, pois a estupidez é toda tua. Um estalinista marxóide a falar em dogmas e crenças... Mira-te bem ao espelho, narciso vermelho.

Sei bem o que desejas e a razão da tua felicidade. Sabes que "Afeganistões" foram o início da derrocada do Império Vermelho e, agora que esperas que o mesmo aconteça, tens a esperança de que o mundo tome o caminho que a tua religião profetizou. Mas não estejas tão certo disso.

O teu mundo abjecto governado por criminosos e gerontocratas decrépitos é que se desmoronou... e já faz mais de duas décadas... Até os teus camaradas do Império do Meio já o tinham percebido, fazia tempo. Mas também te percebo, porque no meio onde cresceste te devem ter dito que aquela figura de barbas, vestida de vermelho, que muitos apelidam de Pai Natal, era o teu sempre amado Karl.

Recusas-te a aceitar que o Muro, símbolo vergonhoso da prepotência e da banha da cobra "humanista", já caiu por terra. Darias uma boa Christiane Kerner para o "Good Bye, Lenin".

PS: Ó Jaime V.ermelhusco eu sei mais do que Sócrates (o mais velho), porque além de saber que nada sei, sei também que tu não sabes nada!
Comentários 6 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub