55
Anterior
Mais uma estrela da BBC detida por suspeita de abuso sexual
Seguinte
Espanhóis preferem manifestar-se a fazer greve
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Advogado da Ordem faz queixa contra a PSP

Advogado da Ordem faz queixa contra a PSP

Advogado de um dos detidos na manifestação de ontem, e presidente da distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados, indignado com atitude das autoridades.
|
Advogado da Ordem faz queixa contra a PSP

Vasco Marques Correia, advogado de um dos detidos na manifestação de ontem, e presidente do conselho distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados, quer processar as autoridades. "Vou avançar com uma queixa em nome pessoal e em nome da Ordem".

O advogado já informou o bastonário da Ordem, Marinho Pinto, da sua decisão e dos episódios mais recentes, ocorridos na esquadra da PSP do Calvário. "Pela primeira vez na minha vida de advogado, não me deixaram entrar numa esquadra da polícia", revela.

Marques Correia conta que pelas 2h10 de hoje, tentou entrar nessa esquadra mas terá sido impedido de o fazer por um guarda. "Só 20 minutos depois, depois de uma troca demorada de argumentos me permitiram entrar." A atitude, que considera inadmissível, terá repercussões, garante o advogado. "Foi a primeira mas será de certeza a última vez que tal irá acontecer a um advogado em Portugal".

Marques Correia defende um dos jovens detidos na noite de ontem, perto do Parlamento. E que passou a noite no hospital de São José, com traumatismos na cabeça."Estamos desde as 8h30 (eram 16h quando falou com o Expresso), à espera de sermos ouvidos no tribunal de de pequena instância criminal".

Segundo o advogado, colegas seus que defendem outros arguidos no caso, revelaram-lhe que alguns dos seus clientes terão sido "barbaramente agredidos nessa esquadra por um polícia encapuzado". E acrescenta: "Talvez isso explique a razão daquele estranho compasso de espera à porta da esquadra."

O Expresso apurou, junto da Inspeção-Geral da Administração Interna, que até agora não foi apresentada qualquer queixa contra a violação dos direitos dos cidadãos por parte da polícia. Caso seja feita alguma queixa contra o comportamento policial, o IGAI, como diz a lei, terá de abrir "um procedimento", isto é, será obrigado a averiguar o caso.

Entretanto, as relações públicas da PSP reforçaram ao Expresso que "toda a atuação da PSP se pautou pelo princípio da legalidade, e qualquer situação anómala, devidamente comprovada, será alvo da devida análise".

Nove detidos e 21 identificados


Em conferência de imprensa no final da manhã, o intendente Luís Elias, comandante do comando metropolitano de Lisboa (COMETLIS), disse  que os nove detidos na noite de ontem, perto do parlamento, têm entre os 20 e os 65 anos, existindo entre eles um estrangeiro, e respondem por desobediência, resistência e coação a agentes da autoridade e danos. Luís Elias afirmou também que entre os 21 identificados está um menor.

"A PSP considera que a intervenção policial, face aos comportamentos violentos de alguns manifestantes foi a necessária, adequada, proporcional e devidamente concretizada", afirmou o segundo comandante do COMETLIS.

O oficial adiantou que "foi inevitável e indispensável" a intervenção da polícia devido "à intensidade e duração" dos atos violentos de alguns manifestantes.

"Tentámos gerir todo o policiamento no sentido de garantir alguma seletividade nas detenções e, quando se tornou de todo insustentável, face à repetição dos atos violentos, a PSP teve que utilizar uma metodologia de vaga de dispersão e tentar efetuar detenções seletivas por parte de alguns dos suspeitos que estavam já referenciados", sublinhou.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 55 Comentar
ordenar por:
mais votados
Psicanálise
A PSP precisa de se deitar no canapé do psicanalista , para ver se consegue acertar o passo. Nunca faz nada bem feito: Apanha um meliante a roubar, cena de tiros, polícia na cadeia.
Apanha uma saraivada de pedras da calçada, de meio kilo, durante duas horas, sacode o pelo, saltam-lhe os advogados e os barbudos aprendizes de calceteiros.

Já têm um número razoável de suicídios nas fileiras, e ministros, presidentes e deputados têm que molhar o capote a defender os polícias. O que se passa é uma pouca vergonha, jornalistas falam deles como se de bandidos se tratasse, juízes metem-nos dentro, advogados movem-lhes processos, algo está a funcionar mal nas terra de ocidente.

Já ontem tivemos uma amostra do resulta de uma polícia temerosa, com receio dos títulos dos jornais. Não houve mortos por acaso, uma pedrada daquelas mata um homem, se lhe acertar nas fontes.

A comunicação social, os juízes e advogados têm que definir de que lado estão, ou corremos o risco de os polícias, perante o cometimento de um crime, olharem para o outro lado. Depois queixem-se.............
A falta de cultura cívica dos advogados resulta ..
Re: A falta de cultura cívica dos advogados result
Re: A falta de cultura cívica dos advogados result
Pode-se de facto fazer psicanálise...
...estão longe de estar erradicadas.
Re: Psicanálise
Re: Psicanálise
Re: Psicanálise
Re: Psicanálise
Não me lixe
Só faltava o Marinho Pinto!
para se juntar aos arruaceiros!
Re: Só faltava o Marinho Pinto!
Re: Só faltava o Marinho Pinto!
Re: Só faltava o Marinho Pinto!
Re: Só faltava o Marinho Pinto!
Re: Só faltava o Marinho Pinto!
Dentro de dias, se náo for já amanhã, a corajosa j
Afinal Hernâni Carvalho náo é o ultimo jormalista a dizer abertamente verdades em Portugal.
20:30 Telejornal da RTP1: jornalista da Antena1 confronta ministro: pode garantir que não houve policia à paisana vestidos de manifestantes a atirar pedras?
Ministro: isso é um insulto, Jornalista: mãp é insulto, sãp testemunhos ... (Corte)
19:30 - Quinze manifestantes detidos no Cais do Sodré após nova carga policial - de certeza que não sãp os que atiravam pedras aos colegas para carneirada ver na TV, durante 3 horas.
- todos os encapuchados que levam cara tapada podem ser policias! correto: -> www.youtube.com/watch?v=EaCzbQwJ3kw
- protest-suppression.blogspot.com/2007/06/

Policia fala em 7 detidos, náo dá lista; testemunhas mostram pelo menos 120 detidos.
Advogados dos que familia chamou são impedidos de entrar na esquadra; nenhum detido pertence ao grupo dos que lançaram pedras durante 3 horas para carneirada ver na TV.
Maioria tem mais de 40 anos, policia diz "têm entre 20 e 30 anos".
Dentro de dias, se náo for já amanhã, a corajosa jornalista da Antena1 que confrontou ministro em direto vai estar desempregada. Ou pior.
- Madrid: Schindler Espanhol salva centenas de campos de exterminio. Mas por quánto tempo? www.christianforums.com/t7692015/
Os Polícias eram os arruaceiros como no SALAZARISM
NAO SALAZAR NAO era TRAIDOR como PASSOS & Ca
Re: NAO SALAZAR NAO era TRAIDOR como PASSOS & Ca
Re: Dentro de dias, se náo for já amanhã, a corajo
Re: Dentro de dias, se náo for já amanhã, a corajo
A cobardia da PSP
É mais do que sabido que violência gera violência. Daí que se pergunte: que reacção seria de esperar que não fosse a violência (e só se pode esperar cada vez mais violência), perante o autêntico Terrorismo de Estado (social, económico e político) a que se assiste diariamente? E os factos aí estão para serem esfregados no nariz do Sr.Cavaco (o suposto Presidente da República) e da quase totalidade dos comentadores / analistas da praça. Tanto se indignam por aparecerem uns manifestantes com a cara tapada, mas é a própria PSP (cuja missão é defender a cidadania e não ser lacaia do governo) que actua encapuzada, mostrando a sua habitual cobardia. Sim, porque é cobardia: os agentes da PSP agredirem pessoas indefesas em instalações próprias e secretas e ainda por cima encapuzados e debaixo das saias dos seus colegas e respectivo armamento; os agentes da PSP infiltrarem-se disfarçados nas manifestações, para agirem cobardemente ao invés de serem homens e mostrarem a cara; os agentes da PSP exibirem ostensiva, gratuita, arbitrária, provocatória e arrogantemente as metralhadoras, pistolas, cacetetes,c ães, etc, etc, para intimidarem e fazerem folclore perante pessoas indefesas que apenas estão a lutar pelos seus direitos contra toda a selvajaria reinante e que (ainda) não ostentam meios nem por sombra semelhantes.E também faz parte do tal Terrorismo de Estado,o facto da PSP ter impedido o acesso dos advogados aos seus clientes...Bem haja,Sr.Advogado, por lutar pelo Estado de Direito
Re: A cobardia da PSP
Re: A cobardia da PSP
Já lhe atiro com umas pedras !
Vou atirar-lhe com pedras para ver se você gosta !!
Tenha juizo!!

Deviam ter levado com mais bastonadas!!
Podem se manifestar, é o direito de todos nós !!

Agora, atirar pedras das calçadas, que custam a por!! Incendiar caixotes de lixos, vandalizar carros de terceiros e atirar pedras a outros manifestantes!!

Você devia é estar calado!
Que pena!
Que pena o sr. advogado não ter sido um dos contemplados com umas bastonadas. Este país é mesmo azarento. As pauladas nunca caiem nos que mais merecem.
Mas talvez queira pedir ao seu representado para lhe exemplificar, literalmente, e na sua pessoa o mimo que deve ser apanhar com uma pedra da calçada.
Não generalizemos
Não quero desculpar quem atirou pedras e insultou os profissionais de polícia, que estavam apenas fazer o seu trabalho MAS, também é sabido que alguns, e não tão poucos como isso, agentes policiais vão para a polícia para dar largas aos seus maus instintos e/ou vingar-se das suas frustrações sociais.
Re: Não generalizemos
Falta de chá
Aí está um advogado que não tomou cházinho em miúdo.

Mas ainda está em boa idade de tomar, como ontem tomaram os psicopatas selvagens que defende.
Re: Falta de chá
!
Eu vi na Tv um barbudo a dizer que não sabia porque tinha sido detido e tinha que ir a tribunal. Ele não tinha feito mesmo nada. Nem sequer milho aos pombos estava a dar. Fico a espera que se descubra que era mais um polícia infiltrado. Não daqueles que estavam a atirar pedras aos que estavam fardados. Pôrra, como é que eu há mis de 50 anos não havia de acreditar nessa cambada de políticos e afins que andavam a palrar nas rádios piratas como a rádio moscovo, a rádio tirana e a Portugal livre?
Perda de tempo.
Percam tempo com alguma coisa útil! Vejam o caso Duarte Lima!
Procuram apenas protagonismo
Assim se vão fazendo uns fogachos!
Bateram no rapaz?
Bateram no rapaz? Só se perderam as que cairam por fora.
Coitadinhos dos canalhas!!!
Depois de destruirem a via publica, pegado fogo a contentores de lixo e apedrejarem a polícia ainda acabam por ser heróis.
Vão para Cuba, Coreia do Norte....
Os comunas que vejam o que acontece a quem se manifesta em Cuba ou Coreia do Norte para ver onde vão parar os manifestantes....!!!
Os BErloques .......esses nada.... a Albania do Enver Hoxa já era....!!..ou a Jugoslávia do marechal Tito.....também morreu como o seu mentor.

Nota: Na extinta URSS e seu satélites já não podem ver, porque aquilo já faliu há muito.
Re: Vão para Cuba, Coreia do Norte....
Re: Vão para Cuba, Coreia do Norte....
Re: Vão para Cuba, Coreia do Norte....
Comunicação
Um dos detidos terá sido barbaramente agredido?
Talvez a polícia que tão bem formada se tem apresentado perante a barbárie ululante, tenha aplicado uma das boas regras da comunicação: falar a linguagem que o interlocutor entenda e pratique
Re: Comunicação
Comentários 55 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub