Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Vídeo: Nus em solidariedade com a mini-saia

  • 333

Colegas de Geisy Arruda, a estudante brasileira que foi expulsa da universidade por usar um vestido curto, juntaram-se nus ou em roupa interior numa manifestação de protesto.

A polémica continua. Embora já tenha sido admitida na Universidade a aluna que foi expulsa por usar vestido curto, os colegas querem justiça. Nus ou apenas em roupa anterior, foi assim que os estudantes da Universidade Bandeirante (Uniban), em São Paulo, resolveram protestar contra aquilo que classificam "de violência e machismo". Os colegas de Geisy Arruda pretendem que a Uniban divulgue um comunicado oficial em defesa da estudante, tendo sido recebidos pelo reitor que garantiu estar do lado da jovem.

Expulsa e insultada

O incidente aconteceu a 22 de Outubro, quando Geisy Arruda, estudante de turismo, apareceu nas aulas com um vestido cor-de-rosa considerado "demasiado curto" pela instituição de ensino. A jovem foi agredida verbalmente e acabou por sair da Universidade escoltada pela polícia militar. Duas semanas depois, o Conselho Superior da Universidade anunciou a suspensão da aluna, alegando "flagrante desrespeito aos princípios éticos da dignidade académica e à moralidade", mas recuou na decisão esta terça-feira, voltando a readmiti-la.