Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Universidades sem dinheiro para pagar salários

  • 333

Conselho de reitores pede ao ministro Mariano Gago 20 milhões de euros para conseguir suportar despesas básicas.

Parte das universidades públicas não conseguirão pagar os salários dos seus professores se não receberem mais dinheiro do Ministério do Ensino Superior. O aviso foi feito pelo Conselho dos Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) numa carta enviada a Mariano Gago no início do mês e citada na edição de hoje do "Diário Económico".

No documento subscrito pelo CRUP, fala-se numa "insustentável situação orçamental" que afecta "parte significativa das universidades públicas". Os reitores garantem que, se não houver um reforço das verbas transferidas para as instituições, estas "serão incapazes de cumprir em 2009 os compromissos salariais que assumiram em nome do Estado".

O presidente do CRUP e reitor da Universidade de Coimbra diz que serão precisos, para já, 20 milhões de euros, verba que poderia ser retirada da "reserva para a recuperação institucional e reforços". Esta rubrica está prevista no Orçamento de Estado do Ministério do Ensino Superior para este ano, mas as regras de distribuição ainda não são conhecidas, explica o "Diário Económico".

De acordo com as contas do CRUP, os encargos das universidades em 2009 subiram cerca de 15% (sobretudo devido às contribuições para a Caixa Geral de Aposentações que passaram a ser assumidas pelas instituições), enquanto as verbas transferidas pelo Estado aumentaram apenas 3,8%.