Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Star Trek começou caminho das estrelas há 45 anos (fotogaleria e vídeos)

Star Trek cumpre hoje 45 anos desde que o primeiro episódio foi exibido. Seis séries e 11 filmes depois, o mito continua bem vivo.

Tiago Oliveira (www.expresso.pt)

"Space: the final frontier". As palavras proferidas pelo capitão James T. Kirk, e que abriam todos os episódios da série original de Star Trek, foram ouvidas pela primeira vez há 45 anos. Foi no dia 8 de setembro de 1966 que começou um dos maiores fenómenos do mundo do entretenimento. Star Trek começou a ser exibida em plena época da Guerra Fria e no auge da corrida ao espaço entre os EUA e a URSS. Numa altura em que os medos de um conflito global entre as duas superpotências eram comuns na sociedade e a hostilidade entre os dois países era crescente, a série surgiu como uma proposta inovadora e otimista, num mundo agrilhoado ao medo. Criada por Gene Rodenberry, Star Trek centra-se nas viagens de uma equipa de exploradores num futuro distante, que percorrem o espaço na nave "Enterprise" ao serviço de uma Federação Internacional. Entre a equipa  encontravam-se membros de muitas nacionalidades e raças do Universo. Rodenberry utilizou os 79 episódios da série para abordar inúmeros temas sociais e internacionais, como a integração racial, os efeitos do progresso e igualmente para criticar o clima de hostilidade prevalecente na Guerra Fria. Entre outras distinções, foi a primeira série a incluir um beijo inter-racial e a pôr americanos e russos a trabalhar juntos sobre a mesma bandeira.

O início do fenómeno Trekkie

Dado o enorme reconhecimento de que dispõe hoje em dia, é curioso ver que a série original de Star Trek não foi um grande sucesso de audiências. Muito pelo contrário. Porém, as repetições nos anos 70 criaram um enorme seguimento da série e dos atores e levaram à realização dos filmes e ao início das conhecidas convenções de dedicadíssimos fãs.

Frases e expressões da série tornaram-se famosas até aos dias de hoje, tais como "Beam me up Scottie", "Live long and prosper", "He's dead Jim" e o conhecido grito de raiva para um rival do capitão Kirk, "KHAAAAAAAAN".

Os "trekkies" são, sem dúvida, a comunidade de fãs mais conhecida e influente do entretenimento, tendo feito Star Trek viver muito para além do universo estabelecido nas séries e filmes. Livros, cd's, armas e instrumentos construídos a partir da história, dicionários da língua alienígena "Klingon", manuais dos ideias da raça "Vulcan", enfim, um universo infindável. Como é fácil de ver, o impacto de Star Trek vai muito para além de uma simples "franchise" com sucesso. Mais que uma série, hoje celebra-se o início de um verdadeiro universo. Sempre em crescimento como o que nos envolve. É a série por excelência dos fãs,  que realmente foi "where no man has gone before".

Veja algumas fotos das convenções "Trekkie":

Fã navega na web numa convenção em Pasadena, nos EUA
1 / 9

Fã navega na web numa convenção em Pasadena, nos EUA

"Trekkies" vestidos como Andorian Zhen
2 / 9

"Trekkies" vestidos como Andorian Zhen

Fãs esperam para entrar numa convenção em Las vegas
3 / 9

Fãs esperam para entrar numa convenção em Las vegas

Diversos uniformes das séries
4 / 9

Diversos uniformes das séries

Camisola do capitão James T. Kirk
5 / 9

Camisola do capitão James T. Kirk

O actor Patrick Stewart (capitão Jean Luc Picard) fala perante os fãs
6 / 9

O actor Patrick Stewart (capitão Jean Luc Picard) fala perante os fãs

"Trekkie" procura objectos de coleção
7 / 9

"Trekkie" procura objectos de coleção

Diversas raças do universo Star Trek
8 / 9

Diversas raças do universo Star Trek

Fã vestido como um "Klingon" numa convenção em Bona, na Alemanha
9 / 9

Fã vestido como um "Klingon" numa convenção em Bona, na Alemanha

Clique para ver a conhecida introdução da série original:

Veja o primeiro beijo inter-racial da história da televisão americana: