Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Silva Carvalho tinha perto de 4000 contactos no telemóvel

  • 333

Ex-diretor do SIED admitiu ao "Diário de Notícias" ter uma lista de contactos com referências profissionais, mas sem informação confidencial sobre as pessoas.

Mafalda Ganhão (www.expresso.pt)

Jorge Silva Carvalho nega ter no seu telemóvel uma base de dados nos moldes em que esta foi descrita pela revista "Visão", com "fichas detalhadas de centenas de figuras relevantes da vida política, económica e social".

Ao "Diário de Notícias" de hoje, o ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) explica que se trata de uma lista de contactos em ficheiros Outlook, com referências profissionais mas sem informação confidencial sobre as pessoas em causa. O jornal fala em cerca de 4000 contactos.

Jorge Silva Carvalho desmente ainda que a notícia da "Visão" estivesse na origem do seu pedido de demissão da Ongoing, empresa a que admite querer voltar quando estiver resolvido o seu processo com a Justiça.

Telemóvel analisado

Apreendido pela Polícia Judiciária (PJ) no âmbito de uma investigação sobre irregularidades nas secretas, o telemóvel de Jorge Silva Carvalho foi cuidadosamente analisado.

Segundo o "Diário de Notícias", os resultados foram depois "comunicados num envelope fechado que foi entregue em mão na 9ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, que coordena a investigação aos vários processos em curso" sobre o até ontem administrador da Ongoing.