Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Responsável da campanha "Kony 2012" preso por se masturbar

Jason Russell tornou-se famoso com o vídeo "Kony 2012", onde denuncia as atividades da milícia africana liderada por Joseph Kony, que escraviza e explora crianças.

Carolina Reis (www.expresso.pt)

Jason Russell, um dos fundadores da ONG Invisible Children e realizador do video "Kony 2012", foi preso por se masturbar em público num bairro de San Diego, nos EUA, segundo a polícia.

O jornal "The Guardian" adianta que o ativista de 33 anos estaria a vandalizar carros e sob a influência de drogas. Depois de ser detido, Russell foi levado para uma clínica para ser observado por médicos.

"Jason Russell estava a masturbar-se em público, a vandalizar carros e possivelmente sob efeito de alguma substância, agindo de uma maneira muito estranha", revelou à NBC a tenente Andra Brown da polícia local.

Num comunicado enviado à imprensa, a Invisible Children diz que Jason Russel foi hospitalizado quinta-feira com sintomas de exaustão, desidratação e malnutrição em consequência do excesso de trabalho.

Russel tornou-se famoso com o vídeo "Kony 2012", com o qual pretendia impedir as atividades da milícia africana liderada por Joseph Kony, que escraviza e explora crianças na África subsaariana.