Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Primeiro-ministro do Paquistão condenado por desrespeito

Yusuf Raza Gilani recusou reabrir um antigo caso de corrupção em que é acusado o Presidente Asif Ali Zardari. E foi punido.

Mafalda Ganhão (www.expresso.pt)

O primeiro-ministro paquistanês, Yusuf Raza Gilani, foi condenado no seu país por desrespeito à Justiça, na sequência da sua recusa em reabrir um antigo caso de corrupção em que é acusado o Presidente.

Em causa está um processo antigo, do qual resultou a condenação, em 2003, do Presidente Asif Ali Zardari pela lavagem de milhões de dólares em subornos recebidos de empresas suíças.

Zardari sempre desmentiu as acusações, dizendo-se vítima de perseguição política, e o processo - no qual foi julgado à revelia por um tribunal suíço - acabou por seguir para recurso, até ser arquivado em 2008.

Quanto ao primeiro-ministro, o caso decorria há três meses e foi aberto por Gilani recusar fazer as diligências necessárias para a reabertura do processo contra o Presidente, invocando a sua imunidade e o facto de ter entretanto sido aprovada uma amnistia que o abrangeria.

A sentença agora anunciada tem, no entanto, carácter apenas simbólico. O primeiro-ministro não terá de cumprir prisão e só perderá o cargo se - como chegou a anunciar - se demitir por ter sido considerado culpado.