Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Passos: "Disponível para estar ao lado do País"

Presidente do PSD  justifica pedido de encontro com José Sócrates.

Ângela Silva (www.expresso.pt)

Passos Coelho diz que o PSD "estará ao lado do País" e mostra-se disponível para entendimentos com o Governo que permitam acalmar os mercados internacionais e resolver a situação de crise actual.

"Portugal não é a Grécia, nem está nesse caminho. Mas nos mercados e no mundo há quem não pense assim", afirmou o líder do PSD ontem na inauguração de uma sede partidária em Lisboa.

É assim que Passos Coelho explica a sua iniciativa de hoje mesmo ter ligado a José Sócrates a solicitar um encontro entre os dois, agendado para amanhã.

"Temos de assumir compromissos válidos e atingíveis que satisfaçam as entidades internacionais. O PSD nessa batalha estará ao lado do País", acrescentou o líder social-democrata.

Ao lado do Governo

Passos Coelho revela que se "mostrou disponível para ouvir as medidas do Governo para tornar o País mais forte e comunicar ao primeiro-ministro as medidas que o PSD entende que o País deve abraçar para ir mais longe do que o actual plano permite".

O líder da oposição refere-se ao Programa de Estabilidade e Crescimento que o Govero aprovou e que Passos Coelho já veio considerar insuficiente para fazer face à crise.

"As diferenças existentes entre o PSD e o PSD não nos impedirão de actuar em conjunto e ultrapassar esta especulação", rematou o presidente do PSD.