Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Passos aponta economia e emprego como "grande desafio" mundial

Primeiro-ministro frisa na ONU que Portugal está a fazer "esforços sem precedentes" para pôr as contas públicas em ordem.

Filipe Santos Costa, em Nova Iorque (www.expresso.pt)

Pedro Passos Coelho disse hoje, na Assembleia Geral da ONU, que o mundo enfrenta "um grande desafio que deve merecer uma resposta coletiva urgente: o relançamento do crescimento e do emprego." Segundo o PM, "ultrapassar, de forma sustentável e estruturada, esta crise é um desafio que temos de enfrentar coletivamente."

Nesse sentido, Passos salientou que "a União Europeia está a trabalhar para lançar os alicerces do seu governo económico, corolário do processo de integração europeia. O pilar económico da União Económica e Monetária da Zona Euro está também a progredir. É uma boa notícia não só para a Europa, mas também para o Mundo."

No final de uma semana em que o primeiro-ministro, mas sobretudo o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, se desmultiplicaram em contacto bilaterais em que afirmaram o empenho do país em cumprir o programa de austeridade e pôr as contas públicas em ordem, Passos não deixou de reforçar esse ponto perante a AG das Nações Unidas.

"Portugal está empenhado neste esforço, cumprindo os compromissos assumidos no quadro do seu programa de ajustamento económico", disse o chefe do Governo, frisando que se trata, para o nosso país, de "esforços sem precedentes para cumprir o acordado com o Fundo Monetário Internacional e a UE."

"Tal como é amplamente reconhecido, estamos a avançar rápida e decididamente na consolidação das nossas contas públicas e na implementação das reformas estruturais para a modernização da economia, e a promoção do crescimento económico e do emprego. Encaramos a crise como uma oportunidade para adaptação do nosso modelo económico e para o fortalecimento da economia portuguesa", assegurou o primeiro-ministro.