Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

"Os nossos discos vêm na tradição de Dylan"

O "profeta bíblico" Nick Cave falou ao Expresso sobre as máquinas do mal que se movimentam no seu novo álbum, "Dig, Lazarus Dig!!!".

"Os discos que gravamos vêm um pouco na tradição do que o Dylan fazia: ele interessava-se por trabalhar no interior dos géneros rock, folk, country. Nunca poderíamos ter feito "Dig, Lazarus, Dig !!!" se não tivesse existido antes "Grinderman" são as mesmas personagens que o habitam", contou Nick Cave ao critico do Expresso, João Lisboa, sobre o seu novo álbum que é lançado na segunda-feira.

O Expresso viajou até Inglaterra para entrevistar o "profeta bíblico" e encontrou-o no Hove Club, um aristocrático clube de Brighton. O álbum inspira-se na história bíblica de Lázaro. "Em todas as canções, as várias personagens parecem estar no mesmo estado de incapacidade, impossibilitadas de exercer qualquer efeito seja sobre o que for, adormecidas, em estado de coma, hipnotizadas, drogadas, num estado de completa apatia em relação a tudo. Ou mortas (...) Essa sensação de incapacidade parece-me ser um estado de espírito contemporâneo muito generalizado (...) As máquinas do mal continuam em movimento e nada podemos fazer para as deter."

"Dig, Lazarus, Dig!!!" foi gravado em Londres, produzido por Nick Cave & the Bad Seeds, juntamente com Nick Launay (que já havia colaborado no último álbum de originais do grupo). O álbum será apresentado ao vivo a 21 e 22 de Abril nos Coliseus de Lisboa e Porto.

Leia mais na edição de amanhã do Expresso em banca, ou clique aqui para ler na versão e-paper (pdf inteligente para assinantes, disponível a partir das 00h01 de sábado)