Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Morte de jovem na maratona de Londres gera onda de solidariedade

  • 333

Claire Squires morreu antes da meta, correndo para arrecadar fundos para uma instituição.  

Liliana Coelho (www.expresso.pt)

A morte de uma jovem britânica na maratona de Londres, no passado domingo, está a gerar uma enorme onda de solidariedade a favor da instituição para a qual Claire Squires estava a correr.  



De acordo com o "MailOnline", Claire Squires, 30 anos, estava quase a chegar à meta da corrida, próximo do St. James Park, em Londres, quando desmaiou e teve morte súbita. Os médicos no local ainda tentaram salvar-lhe a vida, sem sucesso.  



Cabeleireira de profissão, Claire participava na Maratona para angariar dinheiro para uma instituição de solidariedade social - Os Samaritanos, que visa ajudar pessoas depressivas e com tendências suicidas, onde a mãe já era voluntária há duas décadas.



Além disso, a prova também servia de homenagem ao irmão da jovem, que morreu de overdose, aos 25 anos, depois de a namorada ter falecido num acidente de viação.

Instituição lamenta morte trágica

O acontecimento trágico desencadeou uma enorme campanha de solidariedade na Internet a favor da instituição. Os donativos não param de subir, fixando-se atualmente nos 257 mil euros (210 mil libras).



A instituição já lamentou a morte da jovem e agradeceu os crescentes donativos das pesoas.



"Estamos devastados pela morte trágica de Claire Squires, a atleta que correu por nós na maratona de Londres, no domingo. Estamos também profundamente tocados pelo enormes apoios que temos recebido", pode ler-se no site da instituição.  



O resultado da autópsia deve ser conhecido nos próximos dias.