Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ministro da Saúde garante que exames urgentes são realizados no próprio dia

Paulo Macedo garantiu que instituições como o IPO e o Hospital de Santa Maria asseguram que os exames necessários e urgentes são realizados no próprio dia. (Veja vídeo SIC no final do texto)

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, garantiu hoje que os exames efetivamente urgentes são realizados no próprio dia e sublinhou que não se pode comparar um mês tipicamente de férias como o de agosto com o de setembro. Paulo Macedo reagia desta forma à notícia do "Diário de Notícias" (DN) que refere que o tempo de espera cresceu de 96,4% para 105,7 dias de agosto para setembro. "Não se pode comparar um mês como o de agosto, que é um mês tradicionalmente de férias, com o de setembro", disse o ministro no final de uma cerimónia de entrega de 200 desfibrilhadores automáticos externos (DAE) a várias corporações de bombeiros. Paulo Macedo garantiu que instituições como o IPO e o Hospital de Santa Maria, asseguraram que os exames efetivamente necessários e urgentes são realizados no próprio dia. O DN refere hoje que a espera média nos hospitais públicos era, em setembro, superior a três meses (105,7 dias), 12% acima da registada em agosto, quando foi anunciado que os serviços públicos teriam de dar resposta interna aos pedidos de exames e análises.