Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Matraquilhos e carrinhos de choque em frente ao Parlamento

Os feirantes "renderam" ao fim da tarde os estivadores no protesto em frente à Assembleia da República

Alexandre Costa (www.expresso.pt)

"Feirantes unidos jamais serão vencidos", gritaram junto à Assembleia da República cerca de uma centena de pessoas após a intervenção do presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Diversão, Luís Paulo Fernandes, que apelou à descida do IVA no sector para 6%.

"Neste final de ano já tivemos que accionar o fundo de garantia para 22 empresários" que estavam na iminência de declarar falência, disse ao Expresso Paulo Fernandes, referindo existirem cerca de 600 equipamentos de carrosséis e 6 a 7 mil rulotes de feiras de diversão em Portugal, muitos dos quais em risco de deixarem de funcionar.

Às 17h20, com o fim da manifestação dos estivadores, os feirantes ali presentes tomaram a dianteira do protesto junto ao fundo da escadaria da Assembleia da República, para onde levaram parte dos seus equipamentos de diversão, como matraquilhos ou carrinhos de choque, ao mesmo tempo que faziam soar os seus apitos.

Sexta-feira, às 9h, os feirantes vão concentrar-se junto ao edifício da EDP, no Marquês de Pombal, seguindo para um protesto em frente ao edifício do Ministério das Finanças às 10h.