Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Marine Le Pen: "Portugueses são os mais duros contra os não respeitadores"

  • 333

"Os portugueses de França são os mais duros para com os imigrantes que vêm para cá e não respeitam ninguém!", diz Marine Le Pen

Ian Langsdon/EPA

Marine Le Pen, candidata da extrema-direita em 3.º lugar nas sondagens para a primeira volta das presidenciais francesas, diz ao Expresso: "Portugueses de França são meus amigos".

Daniel Ribeiro, correspondente em Paris

Marine Le Pen segue as pisadas do pai, Jean-Marie, que disse um dia ao Expresso: "Os portugueses não têm problemas nem connosco nem com os franceses porque são nossos primos". O pai raramente recusava entrevistas aos jornalistas portugueses. A filha, que lhe sucedeu na liderança da Frente Nacional, também as aceita de boa vontade.

"A comunidade portuguesa de França está bem assimilada na nossa sociedade, respeita as leis e o nosso modo de vida, os portugueses amam a França, são trabalhadores, não criam qualquer problema e são meus amigos", diz a candidata às presidenciais.

Frequentadora habitual de Chez Tonton, um pequeno restaurante português de Nanterre (arredores de Paris), chega a espantar o repórter: "Se for eleita, no dia 6 de maio vou comemorar a vitória nesse pequeno restaurante operário, que fica perto da nossa sede, onde temos já os nossos hábitos".

Crente na ida à segunda volta

Marine Le Pen gosta dos portugueses e exclama com ênfase: "Os portugueses de França são os mais duros para com os imigrantes que vêm para cá e não respeitam ninguém!"

Para a primeira volta, no próximo domingo, Marine Le Pen é cotada com entre 15 e 17% dos votos, mas garante que "haverá surpresas", pensando ultrapassar, na votação, o candidato da direita, Nicolas Sarkozy. Martine acredita que vai disputar a segunda volta contra o socialista François Hollande. 

Durante a campanha eleitoral, a líder da extrema-direita centrou os seus discursos no combate à "islamização da França" e no fecho das fronteiras à emigração.