Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Malta: Papa chorou no encontro com vítimas de pedofilia

No encontro com oito vítimas de abusos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica, Bento XVI expressou a sua vergonha e tristeza pela dor que estes sofreram.

O papa Bento XVI terá chorado durante o encontro que hoje teve com oito vítimas de abusos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica, de acordo com o relato de um dos participantes na reunião.

"Estou impressionado pela humildade do Papa. Ele assumiu para ele o embaraço causado pelos outros. É muito corajoso. Ouviu-nos individualmente e abençoou uma cruz que eu levava comigo", descreveu Lawrence Grech, uma das oito vítimas que hoje tiveram ocasião de estar com o Sumo Pontífice.

O Vaticano afirmou que Bento XVI expressou a sua vergonha e tristeza pela dor que os homens sofreram.

Este foi o primeiro encontro com vítimas de padres pedófilos desde os que foram realizados em 2008 na Austrália e nos Estados Unidos.  

Segundo revelações recentes, 45 processos de pedofilia foram comunicados à Cúria de Malta desde 1999, dos quais mais de metade (26) foram considerados fundamentados por uma comissão especial criada para o efeito.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.