Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Mãe de Angélico não quer desligar a máquina

Mãe do cantor está "agarrada à fé" e recusa-se a mandar desligar a máquina que mantém Angélico vivo.

A família de Angélico ainda não decidiu se autoriza que a máquina que mantém o cantor vivo seja desligada. O jornal "Correio da Manhã" avança hoje que o cantor está em morte cerebral e a família teme uma cedência do coração.

Uma fonte familiar adiantou ao diário que a mãe não consegue "dizer adeus ao filho" e, por isso, já ouviu os familiares para decidir o que fazer. O pai deve chegar hoje de Angola e só então será tomada uma decisão.

A mãe está "agarrada à fé" e pede um milagre que lhe salve o filho. Filomena tem encontrado apoio em Rita Pereira, ex-namorada do cantor que também está em vigília no hospital de Santo António.

O "Correio da Manhã" revela ainda que a mãe do jovem sempre teve medo que o filho sofresse um acidente. "Ela está em choque, isto quase foi uma premonição. Desde que ele se tornou famoso e passou a andar muito na estrada que ela teme o pior. Pediu-lhe várias vezes que tivesse cuidado", diz um familiar.

O cantor e ator Angélico Vieira, que sábado sofreu um grave acidente de viação, continua hoje internado no Hospital Santo António, Porto, com "prognóstico muito reservado".

Em declarações aos jornalistas, Isabel Almeida, chefe de equipa do Serviço Urgência do "Santo António", disse que o antigo vocalista dos D'Zrt, de 28 anos, "continua internado na Unidade de Cuidados Intensivos e o prognóstico é muito reservado".

Segundo a médica, não houve qualquer alteração do quadro clínico do músico relativamente a domingo, sendo que Angélico corre risco de vida.

A jovem de 17 anos que ficou gravemente ferida no acidente continua internada na mesma unidade de Cuidados Intensivos, também com "prognóstico muito reservado", referiu Isabel Almeida.

O acidente ocorreu cerca das 03:15 de sábado ao quilómetro 258 da autoestrada A1, no sentido Porto-Lisboa, junto à saída para Estarreja, tendo resultado num morto, dois feridos graves e um ferido ligeiro.

O antigo vocalista dos D'Zrt sofreu um traumatismo crânio-encefálico muito grave, tendo sido submetido a uma intervenção cirúrgica e encontra-se ligado a um sistema de suporte de vida.

Vários familiares e amigos do ator e cantor deslocaram-se esta manhã ao hospital.