Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Jovem português morre em discoteca de famosos em Londres

Incidente que vitimou jovem de 17 anos coincidiu com a presença no local dos futebolistas Wayne Rooney e Ashley Cole, que festejavam a eleição do primeiro como Melhor Jogador do Ano pela Associação de Futebolistas Profissionais

Um jovem português de 17 anos morreu esta madrugada numa discoteca em Londres onde se encontravam dois futebolistas famosos, Wayne Rooney e Ashley Cole, confirmou hoje fonte consular.

O jovem português não está inscrito no consulado geral, sugerindo que estava apenas de passagem na capital britânica, adiantou a mesma fonte, iria completar 18 anos dentro de dois dias.

De acordo com a imprensa britânica, o jovem foi socorrido pelos serviços de emergência após ter perdido os sentidos na discoteca Whisky Mist.

A polícia não nomeou o local, confirmando apenas à agência Lusa que foi chamada à 1h20 a um local em Hertford Street, no centro de Londres.

Uma ambulância foi enviada também e o jovem de 17 anos "foi levado para um hospital no centro de Londres onde morreu pouco depois", adiantou um porta voz da polícia.

Causas da morte desconhecidas

Embora o jornal "Daily Mail" faça referência na sua edição online de um ataque relacionado com drogas, as causas da morte não foram adiantadas pelas autoridades, sendo esperada uma autópsia nos próximos dias.

A polícia acrescentou, todavia, que "um homem de 37 anos foi detido no local por suspeita de fornecer drogas de classe A", e que continua preso.

O incidente coincidiu com a presença dos futebolistas Wayne Rooney, do Machester United, e Ashley Cole, do Chelsea, que festejavam a distinção do primeiro com o prémio de Melhor Jogador do Ano pela Associação de Futebolistas Profissionais.

Um porta voz de Rooney afirmou que o jogador reparou na confusão que se gerou por causa do sucedido com o jovem português, mas que não viu nada de suspeito.

A imprensa britânica refere que esta discoteca acolhe frequentemente pessoas famosas, entre as quais os príncipes William e Harry.