Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Idosas encontradas em casa morreram de forma dramática

  • 333

Uma idosa terá morrido em casa, em Lisboa, devido a doença prolongada, deixando de poder auxiliar a irmã mais velha, acamada, que acabou por morrer sem comida e água.

As circunstâncias da morte das duas idosas encontradas hoje na sua casa, em Lisboa, são condideradas dramáticas, uma vez que a mais nova morreu devido a doença prolongada e deixou de prestar auxílio à irmã, que acabou por morrer também.

Fonte da PSP adiantou à agência Lusa que as duas irmãs, de 74 e 80 anos, foram encontradas hoje à tarde mortas em casa, na Travessa do Convento de Jesus, freguesia das Mercês, em "avançado estado de decomposição", depois de um alerta dado por uma vizinha que regressou de umas férias no estrangeiro.

De acordo com a versão policial, a mulher de 80 anos estava acamada e era a sua irmã, portadora de doença cancerígena, que tomava conta dela.

A mais nova acabou por morrer devido à doença prolongada, deixando a irmã mais nova sem qualquer assistência e que acabou por falecer também, privada de comida e de água.

Só com o alerta da vizinha, que regressou de férias e achou estranho as duas irmãs não responderem aos toques de campainha, é que a PSP foi chamada a intervir, chamando uma equipa do Regimento de Sapadores Bombeiros para arrombar a porta.