Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Filho do ex-Presidente Sarney acusado de fraude

Empresário Fernando Sarney, filho do ex-Presidente do Brasil José Sarney, terá ajudado a fechar um acordo clandestino que burlou o Estado brasileiro em mil milhões de reais, 424 milhões de euros.

Manuela Goucha Soares (www.expresso.pt)

O empresário brasileiro Fernando Sarney, filho do ex-Presidente do Brasil e actual presidente do Senado, José Sarney, é acusado de ter  cometido uma mega-fraude por ajudar a fechar um acordo clandestino através do qual um grupo de empresas de construção burlou o concurso para uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento , orçada em mais de 424 milhões de euros (mil milhões de reais).

A denúncia desta fraude veio a público na edição de hoje do diário "Folha de São Paulo". De acordo com a reportagem, a fraude foi descoberta pela  Polícia Federal e pelo Tribunal de Contas da União.

Este diário acrescenta ainda que o projecto deveria ser administrado pela  Valec, uma empresa estatal onde o próprio José Sarney 'mexe cordelinhos' há anos. 

José Sarney foi Presidente do Brasil entre 1985 e 1990.