Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Expresso lança programa de música online

Pela primeira vez na imprensa portuguesa, um jornal tem um programa de música próprio, gratuito. Estreado por Francisco Amaral há 24 anos na Antena 1, Íntima Fracção pode ser ouvido em exclusivo no Expresso a partir de agora. (Clique no link no fim do texto para ouvir)

Um dos mais antigos e emblemáticos programas de autor da rádio portuguesa, Íntima Fracção, acaba de se transferir para o Expresso, no dia em que completa 24 anos, depois de ter sido criado por Francisco Amaral a 8 de Abril de 1984 na Antena 1, onde se manteve até 1989, e após 14 anos ininterruptos na TSF, onde esteve até Setembro de 2003.

Na verdade, não se trata bem de um programa. Com o eterno slogan "pouco para dizer, muito para escutar, tudo para sentir", Íntima Fracção é mais uma espécie de banda sonora, misturando raridades tiradas do baú dos anos 50 ou 60 com novidades absolutas da música alternativa e um trabalho exímio de sonoplastia que remete para espaços sonoros a toda a hora, levando os ouvintes a vaguear dentro de casa ou pela rua enquanto escutam os intérpretes e as interpretações que Francisco Amaral vai dispondo a dedo numa sequência intimista que faz lembrar a narrativa cinematográfica.

Para Francisco Amaral, a estreia no Expresso "é a confirmação de que estamos a caminhar para a convergência entre os meios" e "é também um sinal, para quem gosta de música, de que há um espaço alternativo à rádio tradicional, onde existe cada vez menos lugar para programas de autor".

Totalmente gratuito

Todos os programas são gratuitos (inclusive o arquivo antes destas estreia), sendo que o primeiro a ir para o ar no Expresso, e que pode ser ouvido a partir de hoje em mp3 ou ser descarregado como podcast para o Ipod e aparelhos similares, reserva uma surpresa para os próprios ouvintes já fiéis da Íntima Fracção: "Este é um formato muito mais pessoal do que a rádio. Pela primeira vez em 24 anos, dirijo-me aos ouvintes para lhes dizer "bem-vindos", para lhes explicar esta passagem para o Expresso e para lhes fazer uma breve história da Íntima Fracção."

O alinhamento desta semana abre com uma música dos Aughra and Mosh Patrol, "The more things change, the more they stay the same", seguindo-se faixas de Boy is Fiction, People Like Us, Beach House, Tindersticks ou Gnac. Como é costume, haverá também extractos sonoros, que incluem desta vez o piano de Ludovico Einaudi, um pequeno excerto de Burial e cantos de pássaros.

O programa manterá uma regularidade semanal e a duração de cerca de uma hora. Além disso, Francisco Amaral irá partilhar com os leitores e ouvintes do Expresso sugestões de vídeos, comentários sobre a música que põe e reflexões pessoais numa base quase diária.

Para já, no arranque, o blogue inclui um arquivo de 30 horas de música, transferidos do blogue pessoal que o autor criou em 2002 (intima.blogspot.com) e que manteve até agora, ao mesmo tempo que foi passando o programa na Rádio Universidade de Coimbra (RUC, entre 2004 e Abril de 2007) e no Rádio Clube Português (RCP, de Maio a Dezembro de 2007). Gradualmente, o Expresso reconstituirá um arquivo com os mais de 100 programas realizados nos últimos anos e que fizeram do podcast Íntima Fracção um dos mais requisitados em Portugal.